A versatilidade de David Bowie no cinema | Cinematecando

Posted On 11/01/2016 By In Filmes

A versatilidade de David Bowie no cinema

Ontem, dia 10 de janeiro de 2016, perdemos David Bowie, o camaleão do rock. Por mais de quatro décadas ele foi um ícone que influenciou não apenas a área musical como também o cinema e a moda. Seu estilo andrógino, sua voz e a profundidade de sua obra foram algumas das grandes características de sua personalidade e carreira, marcando gerações de fãs. Ele construiu um legado inesquecível, com muita imaginação e originalidade.

Sua discografia variada engloba 29 álbuns, contando com Blackstar, lançado nesta última sexta-feira (08/01), dia em que completou 69 anos. Mas, além de discos atemporais, ele participou de filmes memoráveis, e o Cinematecando separou algumas obras muito especiais para celebrar a vida desse artista tão versátil e querido.

O Homem que Caiu na Terra (1976)

Certamente é o filme mais marcante que Bowie participou. Na época em que o longa foi lançado, além de estar com sua popularidade musical lá no alto, ele mostrou que também tinha talento para o cinema. O Homem que Caiu na Terra narra a história de um alienígena (Bowie) que vem à Terra para buscar água e levar ao seu planeta. O interessante é que logo após o filme, Bowie criou e encarnou o personagem Ziggy Stardust, um extraterrestre que fez muito sucesso pelo mundo.

Fome de Viver (1983)

David Bowie atuou ao lado de Catherine Deneuve e Susan Sarandon nesse filme sobre vampiros, um dos melhores de sua carreira. Fome de Viver, hoje classificado como cult, foi dirigido por Tony Scott e possui uma atmosfera sombria e gótica.

Labirinto – A Magia do Tempo (1986)

Esse belíssimo filme de aventura de fantasia de Jim Herson conta com David Bowie na pele do misterioso personagem Jareth, o Rei dos Duendes. Além disso, ele compôs e cantou várias músicas para o filme, incluindo As The World Falls Down.

A Última Tentação de Cristo (1988)

Grandioso longa-metragem dirigido por Martin Scorsese que se baseia na história da vida de Cristo de uma maneira mais humana. David Bowie interpretou Poncius Pilatos e foi muito elogiado pelo papel.

O Grande Truque (2006)

Christopher Nolan, diretor do filme de suspense com Hugh Jackman e Christian Bale, procurou para o papel do inventor Nikola Tesla um ator “extraordinariamente carismático”, e fez muita questão de que Bowie interpretasse o personagem, chegando a dizer que nenhuma outra pessoa poderia interpretá-lo.

_____________

David Bowie foi um artista completo que realizou um trabalho magnífico no decorrer de sua vida. Agora, ele certamente deve estar de volta às estrelas. Fique em paz, Starman, e obrigado pelo legado maravilhoso que você nos deixou!

Jornalista especializada em cinema. Fundadora e editora-chefe do Cinematecando. Foi assessora de imprensa na 41ª edição da Mostra Internacional de Cinema e hoje é redatora e repórter do portal AdoroCinema.