All posts by Barbara Demerov

Criadora e editora-chefe do Cinematecando | Jornalista, 24 anos. Logo na infância encontrou no cinema uma grande paixão. Ama ler, fazer maratonas de séries (de Mad Men a The Office) e é fascinada por movimentos cinematográficos como Nouvelle Vague e Neo Realismo Italiano. Se inspirou na frase "Uma câmera na mão e uma ideia na cabeça", do diretor Glauber Rocha, para criar o Cinematecando e fazer o que mais gosta: escrever sobre cinema. Só que, ao invés da câmera, usa as palavras para transmitir seus pensamentos. Contato: barbara@cinematecando.com.br

Posted On janeiro 11, 2016By Barbara DemerovIn Filmes

A versatilidade de David Bowie no cinema

Ontem, dia 10 de janeiro de 2016, perdemos David Bowie, o camaleão do rock. Por mais de quatro décadas ele foi um ícone que influenciou não apenas a área musical como também o cinema e a moda. Seu estilo andrógino, sua voz e a profundidade de sua obra foram algumas das grandes características de sua personalidade e carreira, marcando gerações de fãs. Ele construiu um legado inesquecível, com muita imaginação e originalidade. Sua discografia variada engloba 29 álbuns, contando com Blackstar, lançado nesta última sexta-feira (08/01), dia em que completou 69Read More

Posted On janeiro 8, 2016By Barbara DemerovIn Críticas - Lançamentos

Crítica: Os Oito Odiados

Que diretor singular é Quentin Tarantino. A cada filme lançado, algo sempre acaba surpreendendo. O modo que ele dirige suas histórias e seus atores é algo realmente magnífico. Mesmo repetindo algumas fórmulas já bastante conhecidas (como a divisão em capítulos), assistir as obras de um diretor tão cinéfilo quanto os seus fãs é uma experiência emocionante, cheia de altos e baixos, como em uma montanha russa. Em Os Oito Odiados, Tarantino vai compondo a introdução em uma bela paisagem invernal de forma extensa e paciente. A maneira que o espectadorRead More

Posted On janeiro 6, 2016By Barbara DemerovIn Críticas - Lançamentos

Crítica: Carol

Quando falamos sobre uma boa história de amor, ela consequentemente abrange sub-temas que se entrelaçam com a trama principal. Em Carol, somos espectadores de um relacionamento entre duas mulheres, mas o filme não se trata apenas disso. Aliás, é o pano de fundo do enredo que torna tudo mais interessante. A busca pela felicidade, o receio constante de ser sincero consigo mesmo e a dificuldade de viver em meio ao puritanismo americano de 1950 são questões que o diretor Todd Haynes (de Não Estou Lá) aborda com requinte, sem extravagâncias. Em NovaRead More

Posted On janeiro 4, 2016By Barbara DemerovIn Filmes, Um Diretor e Um Filme

Um diretor e um filme: Steven Spielberg

O cineasta desta semana não é apenas diretor, também é roteirista e foi produtor de inúmeros filmes que marcaram gerações. Nascido em Ohio no ano de 1946, Steven Allan Spielberg descobriu qual era seu talento desde cedo, já que com apenas 12 anos ganhou sua primeira câmera. Em meados da década de 60, ele já era um dos mais renomados diretores de televisão na Universal. Com Duel (1972), seu filme criado para TV, Steven conseguiu a oportunidade de dirigir para o cinema. Dali para frente ele só cresceu. Hoje, colecionaRead More

Posted On dezembro 26, 2015By Barbara DemerovIn Críticas - Lançamentos

Crítica: Star Wars – O Despertar da Força

São tempos incríveis para os fãs de Star Wars. O sétimo episódio da saga, O Despertar da Força, estreou dia 17 de dezembro marcando o início de um cronograma de filmes que engloba uma nova trilogia e vários spin-offs, incluindo um filme sobre Han Solo e outro sobre Boba Fett. Quem poderia imaginar que teríamos um filme por ano sobre o universo Star Wars? Pelo menos até 2020, essa será a nossa realidade. Em 2012, ano que a Disney comprou a Lucasfilm por 4 bilhões de dólares, já haviam anunciado que, em 2015, o mundo assistiria ao Episódio VII da saga Star Wars. As reaçõesRead More

Posted On dezembro 19, 2015By Barbara DemerovIn Críticas - Séries, Séries

Crítica: Jessica Jones (1ª temporada)

A série Demolidor marcou o início da parceria entre Netflix e Marvel, deixando uma expectativa bem alta para as próximas três séries de herois que foram prometidas para os fãs. Luke Cage e Punho de Ferro ainda estão por vir, mas Jessica Jones já estreou no serviço de streaming em 20 de novembro. Com 13 episódios, a série nos apresenta uma heróina um tanto quanto diferente do que estamos acostumados a ver no Universo Marvel Cinematográfico. E isso é bom! Mas, mais do que isso, Jessica Jones lida com temasRead More

Posted On dezembro 16, 2015By Barbara DemerovIn Filmes, Um Diretor e Um Filme

Um diretor e um filme: Ridley Scott

Por trás de um bom filme, sempre há um bom diretor. Partindo dessa ideia, inicio hoje no Cinematecando uma sessão muito especial que falará, semanalmente, um pouquinho sobre algum diretor de cinema e de um filme de sua trajetória que me marcou bastante. Depois de muito pensar em qual seria o primeiro diretor, o escolhido foi Sir Ridley Scott, e o filme… bom, nessa parte eu não precisei pensar muito: Blade Runner! O diretor e produtor britânico Ridley Scott tem 78 anos e é mundialmente conhecido por ter feito filmes incríveis, como Alien (1979), Thelma eRead More

Posted On dezembro 14, 2015By Barbara DemerovIn Artigos, Filmes

Cinema de rua: Uma tradição que deve ser mantida

O Brasil possui milhares de salas de cinema e, a maioria delas, enormes e com inúmeras modernidades, prezam muito pela experiência que o filme pode trazer – sons, imagens em 3D ou 4D. É claro que a tecnologia nos filmes é algo muito interessante e divertido de se vivenciar, mas não dá para negar que há momentos em que a vontade de ver um filme de modo mais tranquilo e “normal” agrade bastante também. Durante a temporada de Globo de Ouro e Oscar, os cinéfilos de plantão não precisam quebrar a cabeça pensando onde ver os filmes mais comentados:Read More

Posted On dezembro 11, 2015By Barbara DemerovIn Notícias

O Cinematecando está no ar!

Não é segredo nenhum para aqueles que me conhecem que o cinema é uma das coisas que eu mais amo nesse mundo. Já faz um bom tempo que eu queria um cantinho onde pudesse transmitir minhas opiniões sobre filmes e, eventualmente, sobre séries de TV também. As diversas experiências que vivi durante a faculdade fizeram com que a ideia de trabalhar com crítica cinematográfica amadurecesse. Durante a faculdade, fiz Iniciação Científica e escolhi como tema da minha pesquisa justamente a crítica de cinema. Foi durante essa etapa que eu comeceiRead More