Alexis Thunderduck, Autor em Cinematecando | Página 2 de 4

All posts by Alexis Thunderduck

Imagem do filme 'A Festa'

Posted On julho 23, 2018By Alexis ThunderduckIn Críticas - Lançamentos, Filmes

Crítica: A Festa

A “morte” de todos os idealismos O título acima não se refere à teoria de que o mundo material e objetivo só pode ser compreendido pela verdade espiritual ou mental. Neste caso, corresponde à propensão a idealizarmos até projetarmos a realidade. A Festa, mais recente filme da diretora Sally Potter, nos convida para um jantar comemorativo, após Janet (Kristin Scott Thomas) ser escolhida para o cargo de Ministra da Saúde do Reino Unido. Porém, a celebração durará pouco, com a chegada de convidados e suas revelações. São claras a intençõesRead More
Imagem de Sexy por Acidente

Posted On junho 29, 2018By Alexis ThunderduckIn Críticas - Lançamentos, Filmes

Crítica: Sexy por Acidente

A dor na insegurança e o poder da confiança Além de ser dona de muitos prêmios, a comediante Amy Schumer já foi nomeada pela revista Time como uma das cem pessoas mais influentes do mundo. É inegável que Schumer tem seus méritos e talento, seja por suas apresentações stand-up, televisão, teatro ou cinema. Como comediante stand-up e em seu programa Inside Amy Schumer, encontramos seu melhor: livre, esperta e selvagem, além de ótima roteirista. Já na tela grande, a atriz se apresenta de forma mais irregular. Não é difícil afirmarRead More

Posted On maio 23, 2018By Alexis ThunderduckIn Críticas - Lançamentos, Filmes

Crítica: Tully

Diablo Cody e a inteligência emocional Tully, nova parceria entre o diretor Jason Reitman (Amor Sem Escalas, Refém da Paixão) e a roteirista Diablo Cody (Garota Infernal, Ricki and the Flash: De Volta pra Casa) é a terceira parte de uma trilogia que fala sobre amadurecimento. Essa ‘trilogia do amadurecimento’ iniciou em 2007 com Juno, seguiu com Jovens Adultos (2011) e, agora, encerra com Tully. Cada um destes filmes relatam fases de suas personagens e como estas lidam com o inexorável tempo e suas mudanças e contingências. Juno é sobre crescer mais rápidoRead More

Posted On maio 9, 2018By Alexis ThunderduckIn Críticas - Lançamentos, Filmes

Crítica: A Noite do Jogo

“Hello, I want to play a game…” A frase é de Jigsaw – personagem da franquia Jogos Mortais – de filmes com violência e muito sangue. Assim como também é A Noite do Jogo: violência… sangue… e (muito) humor. A Noite do Jogo, nova empreitada cômica da dupla de roteiristas (agora, cada vez mais diretores) John Francis Daley e Jonathan Goldstein, conta a história de Max (Jason Bateman) e Annie (Rachel McAdams), casal que organiza noites de jogos junto de outros casais. Brooks (Kyle Chandler), irmão de Max, resolve organizar umRead More

Posted On março 19, 2018By Alexis ThunderduckIn Críticas - Lançamentos, Filmes

Crítica: A Melhor Escolha

Três é demais Não, o novo filme do diretor Richard Linklater (Escola de Rock e Boyhood – Da Infância à Juventude) não é um remake da série televisiva sobre uma família que vive em São Francisco. Mesmo assim, a palavra ‘demais’ serve perfeitamente para definir as atuações do trio: Steve Carell, Bryan Cranston e Laurence Fishburne em A Melhor Escolha, que narra o encontro dos três ex-fuzileiros navais quando um destes, Larry “Doc” (Steve Carell) precisa da ajuda dos outros dois, Sal (Bryan Cranston) e Richard (Laurence Fishburne), para trazerRead More

Posted On fevereiro 19, 2018By Alexis ThunderduckIn Críticas - Lançamentos, Filmes

Crítica: Trama Fantasma

Melhor enfermo que amaldiçoado Em uma Londres dos anos 50, Reynolds Woodcock (Daniel Day-Lewis) se arruma logo pela manhã para um dia cheio de trabalho. Faz a barba, apara os pelos do nariz e orelhas, penteia seus cabelos para trás com firmeza e veste-se distintamente enquanto do lado de fora, nas ruas londrinas que mal amanheceram, um grupo de mulheres (na maioria, senhoras) vai adentrando a casa ateliê de Reynolds Woodcock. Ao descer as escadas em caracol, Reynolds cumprimenta suas assistentes e aprendizes, uma a uma. Estas se aprontam, vestemRead More

Posted On fevereiro 8, 2018By Alexis ThunderduckIn Críticas - Lançamentos, Filmes

Crítica: O Sacrifício do Cervo Sagrado

Um falso filme pessimista Nos primeiros segundos em O Sacrifício do Cervo Sagrado, com a tela preta, há uma orquestra acompanhada de um coral. Mesmo não compreendendo o que aquelas vozes cantam, não é preciso muito para sabermos aonde pisaremos pelas próximas duas horas. O novo filme do diretor grego Yorgos Lanthimos é uma tragédia, das mais gregas. O Sacrifício do Cervo Sagrado conta a história de Steven (Colin Farrell), cardiologista conceituado casado com Anna (Nicole Kidman) e pai de dois filhos, Kim (Raffey Cassidy) e Bob (Sunny Suljic). Steven temRead More

Posted On fevereiro 2, 2018By Alexis ThunderduckIn Críticas - Lançamentos, Filmes

Crítica: Em Pedaços

Entre o reflexo e a dignidade, maior é o espelho A imprensa internacional tem divulgado Em Pedaços, novo filme do diretor alemão Fatih Akin (da boa comédia Soul Kitchen) como um filme de vingança. Justo, mas muito diluído. O filme narra a jornada de Katja Sekerci (Diane Kruger), que vê sua vida entrar em um descenso chocante após a morte de seu marido Nuri Sekerci (Numan Acar), um ex-traficante de drogas, e de seu filho Rocco, vítimas de uma explosão criminosa. Akin é visto como um diretor político e provocador, videRead More

Posted On janeiro 23, 2018By Alexis ThunderduckIn Críticas - Lançamentos, Filmes

Crítica: The Post – A Guerra Secreta

A relevância social (e política) acima do cinema Estamos na temporada de premiações! Assim nos encontramos naqueles dois primeiros meses do ano abarrotados de grandes estreias, como The Post – A Guerra Secreta. Essas temporadas, que culminam com o Oscar (a última grande premiação de cinema), geralmente revelam filmes que chegam a se tornar clássicos atemporais, dentre filmes excepcionais, filmes relevantes à época, e alguns que nos pegamos matutando por que diabos estão lá… The Post – A Guerra Secreta é um destes quatro tipos: os relevantes. Estes, principalmente em temposRead More

Posted On novembro 22, 2017By Alexis ThunderduckIn Críticas - Lançamentos

Crítica: Boneco de Neve

Boneco de neve? Que tal… bola de neve? Sim, é de se lamentar que o novo filme de Tomas Alfredson, diretor que há nove anos fascinou a todos com o belíssimo e espetacular filme sueco Deixa Ela Entrar, é o mesmo por trás de Boneco de Neve, que mostra – porque contar ou narrar está fora de questão aqui – a história do detetive Harry Hole (Michael Fassbender) ao investigar o desaparecimento de uma mulher na primeira neve do inverno, na Noruega. Ele teme que um ‘serial killer’ seja o responsável e,Read More