Amauri Eugênio Jr, Autor em Cinematecando

All posts by Amauri Eugênio Jr

Jornalista. Cinéfilo, crítico cultural wannabe e interessado por assuntos relativos a esportes, direitos humanos e minorias. Foi redator de cinema do Yahoo por um ano.

sueño florianopolis critica

Posted On novembro 15, 2018By Amauri Eugênio JrIn Críticas - Lançamentos, Filmes

Crítica: Sueño Florianópolis

Caminho para a autodescoberta Em meio a produções que nos jogam na cara doses generosas de efeitos especiais, sequências de tirar o fôlego e overdose de personagens feitos com CGI, chega a causar estranheza quando nos deparamos com tramas simples, que parecem ser histórias dos nossos cotidianos ou de parentes nossos que viveram há muitos anos. Esta é a sensação que se tem a assistir a Sueño Florianópolis, coprodução brasileira e argentina dirigida por Ana Katz. A trama retrata a jornada de um casal divorciado que, em meio à desagregação,Read More
chacrinha o velho guerreiro critica

Posted On novembro 8, 2018By Amauri Eugênio JrIn Críticas - Lançamentos, Filmes

Crítica: Chacrinha – O Velho Guerreiro

O homem por trás do mito É inegável que a trajetória de José Abelardo Barbosa (1917-1988), o eterno Chacrinha, coexiste com a história do Brasil em pleno século XX. Ao mesmo tempo em que ele era um fenômeno da comunicação, a começar pelo seu famoso bordão “Quem não se comunica se trumbica!”, e alcançava como poucos os setores mais variados da sociedade. Seja na época em que trabalhou no rádio, ou após ter mudado de ares e se aventurado na televisão, Chacrinha tinha veia em certa medida anárquica, que chocariaRead More
millenium a garota na teia de aranha critica

Posted On novembro 7, 2018By Amauri Eugênio JrIn Críticas - Lançamentos, Filmes

Crítica: Millennium: A Garota na Teia de Aranha

A hora e vez de Lisbeth Salander Um dos motes da obra de João Guimarães Rosa era a “hora e vez”, que consistia em recurso narrativo no qual os protagonistas dos enredos criados pelo escritor chegavam a um momento de ruptura na história em que precisavam acertar as contas com algum aspecto mal resolvido do passado – algo como um momento de decisão na vida. Apesar de não haver nenhuma relação direta entre Guimarães Rosa e Lisbeth Salander, anti-heroína da saga Millennium, criada pelo jornalista sueco Stieg Larsson e mantidaRead More
legalize já critica

Posted On outubro 18, 2018By Amauri Eugênio JrIn Críticas - Lançamentos, Filmes

Crítica: Legalize Já – A Amizade Nunca Morre

Ensaio sobre a amizade Antes de D2 havia Marcelo Peixoto. Antes do Planet Hemp havia o sonho de Luís Antônio da Silva Machado, o Skunk, de viver por meio da própria arte. O encontro entre os dois culminou na mudança da história de Marcelo e, como consequência, da música brasileira nos anos 1990. É justamente a trajetória da dupla até meses anteriores à gravação do álbum Usuário (1995) que serve como fio condutor para Legalize Já – Amizade Nunca Morre. A linguagem dinâmica e fluída do longa, um dos méritosRead More
estas me matando susana critica

Posted On outubro 18, 2018By Amauri Eugênio JrIn Críticas - Lançamentos, Filmes

Crítica: Estás Me Matando Susana

Quando o amor vira obsessão “Se amas, deixa-a livre. Se ela não voltar, vá atrás”. Esta frase, integrante do material de divulgação de Estás me Matando Susana, é o mote do longa-metragem dirigido por Roberto Sneider, inspirado no livro Ciudades Desiertas, de José Augustín. Certa manhã, Eligio (Gael García Bernal) acordou de sonhos – ainda não se sabe se intranquilos – e percebeu que Susana (Verónica Echegui), sua esposa, havia partido sem deixar explicações, bilhetes ou justificativas. Só com o passar do tempo o ator soube que ela havia saídoRead More
Djon África critica

Posted On outubro 11, 2018By Amauri Eugênio JrIn Críticas - Lançamentos, Filmes

Crítica: Djon África

Viagem rumo às raízes Filmes nos quais os protagonistas encontram algum motivo forte para sair de onde moram para encontrar um novo significado para a vida em outro local são produzidos com certa frequência. Contudo, poucos mostram aprofundamento tão intenso na inquietação e na angústia de um personagem na mesma intensidade como Djon África, coprodução de Portugal, Cabo Verde e Brasil, codirigida por Filipa Reis e João Miller Guerra. Na trama, Miguel “Tibars” Moreira, português filho de cabo-verdianos e conhecido onde mora como Djon África, transmite a sensação de sentir-seRead More
Uma Noite de 12 Anos critica

Posted On setembro 28, 2018By Amauri Eugênio JrIn Críticas - Lançamentos, Filmes

Crítica: Uma Noite de 12 Anos

Resistir para existir Em tempos de revisionismo histórico com motivações escusas nos campos político e intelectual, narrar fatos sob a perspectiva de quem sofreu com a opressão de regimes ditatoriais é um dever para os mesmos erros não serem repetidos. Só por este motivo, Uma Noite de 12 Anos merece ser assistido. Mas o contexto meramente histórico é apenas uma das diversas razões pelas quais a película, dirigida por Alvaro Brechner, tem incontáveis méritos. O mote da história, baseada em fatos e ocorrida em plena ditadura militar no Uruguai, emRead More
Imagem do filme '22 Milhas'

Posted On setembro 20, 2018By Amauri Eugênio JrIn Críticas - Lançamentos, Filmes

Crítica: 22 Milhas

Longa-metragem de ação dirigido por Peter Berg tem diversos lugares-comuns do gênero e é necessário fazer muita abstração para perceber nuances comportamentais dos personagens Tiro, porrada, bomba e os EUA como os grandes mocinhos da humanidade. Essa é descrição de inúmeros filmes de ação e/ou de guerra, e pode ser usada com tranquilidade para falar sobre 22 Milhas. Dirigido por Peter Berg, que já esteve à frente de filmes como Hancock e O Grande Herói, o longa retrata a arriscada ação de um grupo de elite e secreto da CIARead More
Imagem do filme 'A Vida em Família'

Posted On setembro 6, 2018By Amauri Eugênio JrIn Críticas - Lançamentos, Filmes

Crítica: A Vida em Família

Longa-metragem italiano mergulha nos dramas de personagens com características diferentes, mas complementares entre si A primeira cena de A Vida em Família, longa dirigido por Edoardo Winspeare, é uma metáfora sobre o cotidiano da pacata e interiorana Disperata: o ritmo da vida na cidadezinha arrasta-se e faz o espectador ter uma ideia da angústia dos personagens do longa em relação ao estilo de vida ao qual eles estão submetidos. O dia a dia regido à lentidão é representado na trama por Filippo Pisanelli (Gustavo Caputo), prefeito de Disperata. A primeiraRead More
Imagem do filme 'Nico, 1988'

Posted On agosto 30, 2018By Amauri Eugênio JrIn Críticas - Lançamentos, Filmes

Crítica: Nico, 1988

Longa biográfico sobre os últimos anos de vida de Christa Päffgen retrata a angústia de modo ora poético, ora bruto Pode-se dizer, sem exageros, que Nico fez a trilha sonora de sua vida – ou melhor: que dialogava com os seus últimos anos de vida. Todavia, se a musa de Andy Warhol e uma das vozes que ajudou a popularizar o Velvet Underground encontrava refúgio na música, ela estava em constante fuga de si mesma e de tudo o que o show business representava. Os últimos dois anos de ChristaRead More