Críticas - Catálogo | Cinematecando
Sexo, drogas e festa. Misture esses três ingredientes e acrescente duas colheres de comédia. Coloque no forno por três horas e aproveite o resultado. Essa é a receita do chef nova-iorquino, Martin Scorsese, para o seu filme O Lobo de Wall Street (2013), que arrancou elogios da crítica por conta do estilo politicamente incorreto e insano da história. Apertem os cintos! Scorsese na direção! O Lobo de Wall Street conta a história real de Jordan Belfort (Leonardo DiCaprio), um corretor de ações que foi preso nos anos 90 por conta do seuRead More
Saiba o que achamos do longa independente brasileiro que conquistou espaço no exterior Que o cinema brasileiro só melhora a cada ano que passa, isso já é algo evidente. Mas quando também é possível ver gêneros que fazem muito sucesso lá fora (como o terror) sendo aprofundados da mesma maneira por aqui, este é mais um motivo para se orgulhar. Mal Nosso (Our Evil) foi produzido de maneira 100% independente, com recursos próprios e sem a utilização de leis de incentivo ou patrocínio. Mesmo com todos os desafios pelo caminho, oRead More
Call of Duty: WWII é uma volta à forma para a consagrada franquia.  Não há dúvidas de que Call of Duty, desde o início dos anos 2000, sempre foi uma das maiores franquias de games do mundo, e provavelmente continuará sendo por muitos e muitos anos. O maior diferencial de Call Of Duty: WWII em comparação com os últimos jogos da franquia é que o game abandonou sua obsessão pela abordagem futurista e optou por contar uma bela história que se reflete na maior guerra da humanidade: a Segunda GuerraRead More
Não é difícil concluir que alguns já podem ter se cansado de ler o nome de Stephen King relacionado a filmes lançados este ano, mas ao menos podemos afirmar que essas “coincidências” não são em vão, pois têm rendido belas obras cinematográficas. A mais recente é o filme 1922, baseada no livro homônimo do autor sobre Wilfred James (Thomas Jane), até então um pacato fazendeiro, que bola um plano macabro para solucionar o seu problema financeiro. Ele decide assassinar Arlette (Molly Parker), sua mulher – mas, para conseguir fazer tudoRead More
Se Embriagado de Amor (2002) não era o suficiente para confirmar o talento de Adam Sandler, então Os Meyerowitz chega para consagrar sua posição como um bom e competente ator de cinema. O elenco todo brilha nas entrelinhas do eclético roteiro de Noah Baumbach (que também assina a direção do filme), experiente companheiro de Wes Anderson. Com direção e cinematografia simplista, Baumbach opta por entregar os holofotes às atuações, ao roteiro, ao envolvente design de produção e à notável montagem. E, para quem estava com saudades de ver o veterano DustinRead More
Temos que admitir que 2017 é realmente o ano de Stephen King. O renomado escritor teve livros/contos como It e A Torre Negra adaptados para o cinema, e O Nevoeiro e Mr. Mercedes adaptados para a televisão. Mas, se O Nevoeiro (já cancelada pela Netflix) e A Torre Negra não agradaram tanto, a adaptação de seu livro chamado Jogo Perigoso veio para fazer os fãs do autor enlouquecerem (no bom sentido). Jessie (Carla Gugino) e seu marido Gerald (Bruce Greenwood) viajam para uma casa de campo afastada para tentar reatar oRead More
“Se você não sabe nada sobre o Camboja e vir esse filme, você não vai apenas pensar que é um povo que sofreu com uma guerra. Vai perceber que estas são pessoas realmente interessantes, assim como suas raízes, suas personalidades, seu humor, seu amor à música e sua cultura.” – Angelina Jolie Angelina Jolie se consagra na direção de filmes com uma obra fantástica. First They Killed My Father não é somente pesado em seu próprio título, como também possui uma abordagem profundamente melancólica e forte da guerra. Já vimos eRead More
Você pode não conhecer seu nome ou ter visto nenhum de seus filmes, mas o britânico Ben Wheatley é um dos cineastas mais interessantes desta última década. Subversivo por natureza, começou pequeno com o thriller Down Terrace e logo em seguida partiu para o chocante terror Kill List, que o colocou no holofote de críticos e festivais. Após os também celebrados Sightseers e A Field in England, Wheatley enfim se envolveu com projetos de maior prestígio, o primeiro deles sendo No Topo do Poder, sci-fi distópico protagonizado por Tom HiddlestonRead More