Críticas - Catálogo | Cinematecando
Remake de clássico dos anos 70 é lançado pela Netflix e, mesmo com roteiro improvável, emociona e diverte Era um dia qualquer quando Carter (Gabriel Bateman) trombou com um cãozinho vira-lata na rua. Como todo garoto que não consegue guardar um segredo, ele resolve levar o novo amigo para casa, afinal sua irmã Frankie (Darby Camp) jamais iria perdoá-lo por esconder um bichinho tão divertido e simpático. Apesar da sujeira do cãozinho, os dois percebem que este é um amigo inigualável e assim resolvem adotá-lo e mantê-lo escondido de suaRead More
Filme de terror dirigido pelo espanhol Paco Plaza é lançado na Netflix e impressiona com boas doses de tensão Paco Plaza é um nome conhecido do cinema espanhol de gênero. Responsável, ao lado de Jaume Balagueró, pela rentável trilogia de terror REC, o diretor é experiente em causar tensão e medo em cenas com muita adrenalina (que, inclusive, é muito bem transmitida ao espectador). Em Verónica, seu novo filme, podemos notar a permanência do ritmo frenético idealizado em suas obras, de uma forma não tão intensa, porém mais artística e cuidadosa.Read More
O astro Chadwick Boseman faz seu melhor em cinebiografia previsível de Thurgood Marshall Este filme fez parte da programação oficial da 41ªMostra Internacional de Cinema em São Paulo. Que Chadwick Boseman é uma presença carismática, muitos sabem. No entanto, poucos sabem quem foi Thurgood Marshall, primeiro advogado negro a se tornar membro da Suprema Corte dos Estados Unidos. É no mínimo oportuno, então, que o primeiro interprete o segundo em uma cinebiografia hollywoodiana. Com direção de Reginald Hudlin, que até aqui só havia feito comédias, Marshall – Igualdade e Justiça éRead More
Nova comédia romântica da Netflix é jovial e despretensiosa, mas deixa a desejar no humor e na elaboração dos personagens Não vou negar: sou fã inveterado de comédias românticas. Porém não tanto das “produções adolescentes” de hoje em dia, que mais parecem provenientes de uma fórmula enlatada de roteiro, com o início, desenvolvimento e fim pré-estabelecidos pelos moldes preguiçosos que geram sucesso de público. Para mim é clara a superioridade nas abordagens originais do Cinema Clássico, em obras imortais como o emocionante A Princesa e o Plebeu (1953), o incomparávelRead More
Netflix erra feio em thriller com história pobre, enredo caótico e personagens levianos A nossa querida Netflix não é infalível. Isso não é novidade, uma vez que de meses em meses sempre vemos alguma série ou filme original da distribuidora/produtora que decepciona muitos espectadores. Aparentemente, o primeiro grande deslize do serviço de streaming em 2018 é o thriller de suspense americano Vende-se Esta Casa, escrito e dirigido pelo casal Matt Angel e Suzanne Coote. Após a morte do pai, o adolescente Logan Wallace (Dylan Minnette) e sua mãe, Naomi WallaceRead More
Não vou mentir: fui assistir O Zoológico de Varsóvia de olhos fechados, sem saber sobre o que se tratava. A única certeza que eu tinha era que ele era estrelado pela maravilhosa Jessica Chastain (Armas na Mesa) e sua personagem cuidava de um zoológico. Achava que ia me divertir e e assistir aquele tipo de filme que nos faz sentir bem depois, certo? Eu não poderia estar mais errada, pois O Zoológico de Varsóvia, dirigido por Niki Caro, despedaçou meu coração em mil pedaços. A história é sobre nada menos que a invasãoRead More
Comédias românticas não são todas iguais. Verdadeiros fãs do gênero já devem saber disso. Já os que discordam, podem começar a perder essa medíocre visão assistindo o marcante Rebobinando de hoje, Um Caminho para Dois, belíssima obra dirigida pelo genial Stanley Donen, diretor de Cantando na Chuva (1952). Romances que abordam o amor e a paixão com tamanho realismo são poucos, pois não basta apontar os altos e baixos, não bastam beijos apaixonados. A tarefa mais difícil é criar uma profunda reflexão emocional no espectador, forçá-lo a se identificar comRead More
por Lucas Walderez Olhar para filmes independentes com carinho sempre é algo inteligente a se fazer. Apesar de não possuírem a mesma superprodução de um filme feito por grandes produtoras, os filmes independentes contam sempre com o toque mais pessoal e delicado de seus autores. Os Caubóis do Apocalipse é um claro exemplo disso. Produzido por Rodrigo da Costa e dirigido por Diego da Costa, o longa-metragem é a definição exata do que um autor com total liberdade pode produzir. Os Caubóis do Apocalipse conta a história de Tom, rapaz queRead More