Críticas - Lançamentos | Cinematecando
Um filme que vem para reafirmar o orgulho que precisamos ter do cinema brasileiro 2017 está sendo um ano memorável para o nosso cinema e grandes obras estão se destacando independentemente de gênero, temática ou abordagem. O Rastro, O Filme da Minha Vida, Soundtrack, Divinas Divas, Malasartes marcaram a primeira metade do ano de uma forma extremamente positiva, mas ainda temos mais filmes para nos deixar impressionados. Bingo – O Rei das Manhãs, de Daniel Rezende, estreia em 24 de agosto após extenso trabalho de divulgação e com certeza será um dos longasRead More
Sou fã de carteirinha de todos os filmes da série de Invocação do Mal e suas spin-offs. Estes são filmes de qualidade, que realmente são assustadores – e não há nada melhor para os fãs de filme de terror. Então, é normal que as expectativas sejam sempre muito altas. Felizmente, Annabelle 2 – A Criação do Mal não decepciona! A história é uma “prequel” do primeiro Annabelle e conta a criação da boneca. Samuel Mullins (Anthony LaPaglia) é um artesão que cria brinquedos de madeira, e fica claro que a boneca foi baseadaRead More
Valerian é uma série de quadrinhos francesa que fez sucesso a partir da década de 60. Na verdade, fez muito sucesso, pois ela até serviu de inspiração para George Lucas criar uma das sagas intergaláticas mais famosas de todos os tempos: Star Wars! Sim, acredite; George Lucas pegou emprestado um detalhe aqui e ali para criar a história de Luke Skywalker. Portanto, é justo dizer que Valerian representa uma história que não é lembrada da maneira que merece. Mas isso está prestes a mudar. Luc Besson (diretor de filmes comoRead More
Como os leitores já devem saber por nossa cobertura da coletiva de imprensa, Malasartes e o Duelo com a Morte é divulgado, principalmente, em cima de seu massivo uso de efeitos especiais digitais, orçados acima dos 5 milhões (valor altíssimo se comparado a outras produções nacionais de porte semelhante). Com direção do veterano Paulo Morelli e grande elenco, o longa gerou a curiosidade de alguns cinéfilos quanto ao resultado final. Agora que o projeto já está pronto e tem estreia marcada para a próxima quinta-feira (10), pode-se dizer que oRead More
Adaptar um livro para o cinema já é uma tarefa complicada, mas e quando a história do livro é real e aborda o Nazismo? Já vimos inúmeros filmes emocionantes com essa temática mas, mesmo assim, Os Meninos que Enganavam Nazistas consegue emocionar e prender a atenção de uma maneira bela e muito natural. O interessante é que o filme não se trata apenas do Nazismo em si, mas também sobre a jornada de amadurecimento de dois irmãos judeus que se separam dos pais em Paris para que, em um futuro próximo,Read More
O filme que encerra a trilogia reboot de Planeta dos Macacos, assim como seu predecessor de 2014, possui muitos traços do clássico Batalha do Planeta dos Macacos (1973). Mas ao mesmo tempo em que a trilogia da extensa franquia se apoia no passado, a maneira de contar as histórias é absolutamente nova, diferente e inovadora. Por isso, ainda é surpreendente ver César (Andy Serkis) e sua fantástica história de vida – não só pela tecnologia impecável como também pela carga emocional presente nos três longas. Em Planeta dos Macacos – A Guerra, todos essesRead More
“Por que diabos o grande autor de O carteiro e o poeta entregaria um livro para eu filmar? Muita responsabilidade! Quando eu li, compreendi tudo. Os sonhadores se reconhecem de longe. As páginas iam passando e a certeza aumentando de que eu tinha que filmar essa pequena história passional.” Selton Mello Em seu terceiro longa-metragem, desta vez baseado no livro Um Pai de Cinema de Antonio Skármeta, Selton Mello se sobressai com uma impressionante habilidade de direção e roteiro literalmente infalível. Ir ao cinema e ver O Filme da Minha VidaRead More
Sofia Coppola tem o dom de contar histórias sob uma ótica simples, porém marcante. Até sua produção mais “glamourosa”, Maria Antonieta, encontra seu maior triunfo no que acontece no íntimo da última rainha da França. Em O Estranho que Nós Amamos, é uma sensação maravilhosa perceber que a diretora novamente conseguiu o feito de prender o espectador logo em sua primeira cena e nos fazer mergulhar naquele local afastado da Virgínia em meio à Guerra Civil no ano de 1864. Pelo menos, foi isso que aconteceu comigo. O som dosRead More