Críticas - Lançamentos | Cinematecando
Procurando Nemo (2003) fez parte da vida de muita gente e marcou, principalmente, a infância das crianças de 13 anos atrás. Em 2016, essas crianças podem ter crescido, mas o sentimento de nostalgia que a animação da Pixar ainda traz para todo mundo é inevitável – principalmente quando anunciaram Procurando Dory (2016), a continuação da história de 2003. Tal novidade só fez com que a vontade de retornar ao fundo do mar e rever personagens tão queridos fosse maior do que qualquer diferença de idade. Ainda mais quando o foco dessaRead More
Inspirado na história real de Florence Foster Jenkins, conhecida como a pior soprano do mundo, o filme se passa na França da década de 1920 e mostra a vida de Marguerite Dumont (Catherine Frot), uma mulher rica, parte da nobreza, apaixonada por arte e que acreditava com todas as suas forças que era uma maravilhosa cantora, quando na verdade era absurdamente desafinada e fora de ritmo. Rodeada de amigos falsos e com um marido covarde, que não falam a verdade sobre sua falta de talento, Marguerite conhece jovens artistas e jornalistas da vanguarda francesa da época, queRead More
Quem diria que Russell Crowe e Ryan Gosling formariam uma das melhores duplas de um buddy cop movie? Eu nunca imaginaria isso, mas o diretor Shane Black (Homem de Ferro 3) acertou em cheio na escalação dos dois atores, que provaram ter dinâmica de sobra juntos. Esse estilo de filme é muito divertido de se assistir, e fica ainda melhor quando temos protagonistas interessantes e cheios de energia, claramente bem confortáveis em seus respectivos papéis. Dois Caras Legais, que foi lançado no Festival de Cannes este ano, é um filme com tons neo-noir, se passa em Los Angeles na década de 70 (comRead More
O universo de Warcraft, além de complexo, já está bem estabelecido na realidade da legião de fãs que possui. Seja nos games lançados pela produtora Blizzard, livros ou jogos de tabuleiro, Warcraft vem, desde 1994, construindo sua mitologia High Fantasy de maneira respeitosa para seus seguidores. E agora esse universo está ainda maior: em 2016, o mundo dos Orcs se coincide com o dos humanos na telona de cinema. Mas, pelo tempo de existência e importância nerd, será que a franquia Warcraft pode chegar perto de grandes sagas como O SenhorRead More
É desesperador pensar em toda a produção nacional que é feita e distribuída pelo mundo sem que o grande público conheça. Esse é o caso do curta Connexion Munich (2011) e de grande parte da obra do cineasta Carlos Segundo. Com oito anos de carreira e doze filmes no currículo, Carlos Segundo é um nome conhecido em festivais em solo brasileiro e internacionais, mas eu mesma não tinha ouvido falar dele até duas semanas atrás. Connexion Munich é o nome literal do que a obra apresenta. Gravado durante uma conexão de 8 horas no aeroporto de Munique, o curta é narradoRead More
Os filmes da franquia X-Men possuem forte ligação entre si, mas, com tantas idas e vindas no tempo, os seis filmes dos mutantes foram divididos em duas trilogias a fim de deixar essa longa linha do tempo menos confusa. O diretorBryan Singer integrou os heróis ao cinema em 2000 com X-Men, e o tremendo sucesso da adaptação fez uma continuação ainda melhor ser criada em 2003 (X-Men 2). Seu objetivo não era fazer uma trilogia – tanto que, enquanto o terceiro filme era rodado, Singer estava trabalhando em Superman Returns. Porém,Read More
“Por que aqueles pássaros são tão bravos?” Acredito que a maioria das pessoas que já jogaram Angry Birds no celular já fizeram essa pergunta, e eu me incluo nesta categoria. Mesmo sem contar exatamente uma história nos jogos, Angry Birds fez um sucesso estrondoso desde seu lançamento, em 2009, e bilhões de cópias foram compradas ou transferidas para os celulares ao redor do mundo. O jogo é divertido, sem noção e totalmente fora do padrão. E é exatamente isso que o longa-metragem entrega, além de, é claro, explicar a pergunta queRead More
O fardo que os Vingadores carregam já era pesado desde a formação do grupo, afinal, zelar pela humanidade não é algo fácil nem para um super-herói. Mas, em Capitão América – Guerra Civil, depois de cidades destruídas e inúmeras mortes que ocorreram durante filmes anteriores do Universo Cinematográfico Marvel – como guerras entre seres que não eram deste planeta (Vingadores) ou que nasceram de um erro de Tony Stark e Bruce Banner (Era de Ultron) -, o governo não tolera mais os efeitos colaterais causados pelo grupo, e que por seremRead More