Críticas - Séries | Cinematecando
baby critica
A adolescência e seus obstáculos Todos nós em algum momento já tivemos saudades do nosso tempo de adolescente. Lembramos de como tínhamos menos responsabilidades do que agora, e daquela visão de mundo menos pessimista do que possuímos hoje. Mas, no fundo, quando realmente paramos para listar os pontos ruins da adolescência? A nova série italiana original da Netflix, Baby, se propõe a ilustrar o universo teen com base em diversos personagens, em seus bons e maus momentos. Só faltou definir um objetivo específico com maior clareza, para se diferenciar doRead More
sick note critica
O humor britânico e suas sutilezas Sabe aquele dia nublado que você sai para caminhar esperando apenas fazer uns exercícios e ouvir algumas músicas no seu fone de ouvido, mas no meio caminho encontra uma nota de 50 reais no chão? Tudo bem. Admito que isso praticamente nunca acontece conosco, mas a sensação de assistir às duas temporadas de Sick Note (ou, na deprimente tradução para o português, Dá Licença, Saúde) sem compromissos durante um final de semana é quase isso. A série britânica, transmitida pela Sky One durante 2017Read More
wanderlust critica
A complexidade das relações Eu demorei para assistir a Wanderlust. A série da Netflix estreou em setembro e, mesmo com a Toni Collette no elenco, a sinopse não me chamou muito a atenção. A história de um casal de meia idade que quer abrir o relacionamento me parecia distante demais do que ando procurando para ver depois do trabalho. O que me fez dar um voto de confiança ao seriado foi a quantidade de episódios. São só seis e a vida é muito curta para seriados muito longos. Quando háRead More
critica apenas cães
Agora a Netflix foi longe demais em nos fazer chorar Se você assistiu à Apenas Cães e não derramou uma lagriminha ou não deu um suspiro sequer, sinto ter que te dar essa notícia: você está morto por dentro. Para mim foi quase uma missão impossível manter a dignidade em todos os seis episódios da nova série documental da Netflix, que conta histórias da relação entre humanos e cachorros nos mais diferentes contextos. Alguns foram mais difíceis, é verdade. A história de Zeus, o cachorro de um refugiado sírio queRead More
a maldição da residência hill critica
Horror, drama e perfeição Depois de rasgar elogios para o diretor Mike Flanagan em sua última obra, Jogo Perigoso (2017), cá estou aqui de novo para saudar e reverenciar sua capacidade criativa em nos fazer sentir medo, nos identificar com os dramas de seus personagens e nos envolver assustadoramente (no sentido mais cru da palavra) com histórias de superação que se camuflam em obstáculos sobrenaturais. Sua nova série, também Original Netflix, faz um apanhado de todas experiências positivas que obteve em seus filmes, e as traz para a ambientação deRead More
Maniac critica
A mente humana em sua forma mais crua Há quem discorde, mas em um mundo cada vez mais eletrônico, em que a inovação dos meios de produção, a facilidade tecnológica e a divulgação de anúncios desempenham um papel primordial para o crescimento econômico de um país, os indivíduos tendem a se tornar mais homogêneos, e suas relações restritas. Partindo desse contexto, a parceria entre o criador Patrick Somerville (um dos roteiristas da aclamada The Leftovers) e o diretor Cary Joji Fukunaga (premiado por sua direção consistente durante a primeira temporadaRead More
Imagem da série 'American Vandal'
Aclamada série em formato de mocumentário volta com mais uma história intrigante para arrancar risos e nos prender do início ao fim Não há dúvidas que alguns usuários da Netflix com certeza sentiram saudades das pesquisas e investigações de Peter Maldonado (Tyler Alvarez) e Sam Ecklund (Griffin Gluck) durante a primeira temporada de American Vandal, série indicada para várias categorias em inúmeras premiações de renome como Primetime Emmy Awards, Writers Guild Of America e Broadcast Film Critics Association Awards. Muitos ficaram extasiados com a capacidade dos roteiristas de incorporar umaRead More
Imagem da série 'Atypical'
Nova temporada perde um pouco de qualidade, mas recupera sensibilidade nos últimos episódios Pense consigo mesmo: quantas séries conseguem de fato causar uma empatia imediata entre seu protagonista e o público? Nitidamente poucas. E dentro dessas, são menos ainda aquelas que elaboram essa empatia em cima de qualidades e defeitos consistentes, críveis. Atypical, ao trazer Sam (Keir Gilchrist), um personagem principal que é autista, se destacou desde a primeira temporada entre as séries teens sem apelar para os clichês do transtorno neurológico que já conhecemos de tantas produções. Pelo contrário.Read More