Críticas - Séries | Cinematecando
Nova temporada mantém a importância da série Nesta nova temporada que estreou neste mês de março na Netflix, Jessica Jones volta a lutar contra fantasmas do passado e busca por respostas sobre o momento em que deixou de ser uma pessoa normal e passou a ter superpoderes. Ignorando quase todos eventos acontecidos durante Os Defensores, a história começa com uma Jessica ainda mais isolada que o normal, ainda transtornada por ter matado o vilão Kilgrave, e fugindo de todas as maneiras do rótulo de super-heroína. Durante os 13 episódios daRead More
Combinando seriedade com agilidade narrativa, série estabelece o estilo correto para contar uma história de investigação e corrupção O Cinematecando conferiu três episódios da temporada de estreia do novo trabalho de José Padilha e viajou para o Rio de Janeiro à convite da Netflix para cobrir os eventos de imprensa da produção. Confira em nosso Instagram. José Padilha já atuava como produtor executivo de Narcos, mas agora o diretor também possui uma série para chamar de sua dentro da Netflix, gigante do streaming. Em O Mecanismo, cuja produção conta com Selton Mello,Read More
Última temporada é a mais realista e deixará os fãs com um gostinho agridoce de “quero mais” Não é fácil começar a assistir a nova temporada de uma de suas séries favoritas quando você sabe que esta será a última. A sensação de saber que não vamos mais ver aqueles adoráveis personagens juntos novamente é triste, e tudo é muito pior quando reconhecemos que o roteiro daquela série é um dos mais originais e realistas da atualidade. Foi o meu caso com a incrível série da Netflix: Love. Após o final angustiante daRead More
Netflix traz série nostálgica ambientada em 1996 e explora as vidas de adolescentes no ensino médio Concordemos que há, sim, diferenças entre o modelo de ensino médio nos Estados Unidos e no Brasil (inclusive na infraestrutura), mas seriam elas o suficiente para afastar o espectador brasileiro das experiências passadas pelos adolescentes estadunidenses? Pessoalmente, acredito que nem um pouco. A nova série Everything Sucks! é a prova viva de que a adolescência é um período complicado para todos, mas acima de tudo muito marcante. Que o design de produção contextualiza muitoRead More
Nova série na franquia Star Trek encerrou sua 1ª Temporada com altos e baixos Até Star Trek – Discovery chegar em sua midseason (metade da temporada) no ano passado, a série foi alvo de críticas em relação a seu tom sombrio e incongruências com o universo da série original, entre outras coisas. Válidas ou não, tais críticas refletiam um dos grandes problemas com novas séries, que parecem ter alguma dificuldade em encontrar uma identidade sólida. No caso de Discovery, nem mesmo nove episódios, embora competentes, deixaram uma forte marca. NoRead More
Quem diria que uma série tão original e peculiar como The Good Place poderia ter uma segunda temporada tão criativa quanto a primeira? Desde que a Netflix comprou os direitos de distribuição do seriado, alguns fãs da série já estavam ansiosos mas ao mesmo tempo receosos por conta do arriscado e inesperado plot twist no último episódio da primeira temporada. Porém, conforme a distribuidora foi lançando um episódio por semana, os fãs se impressionaram com a permanência da qualidade dos episódios e, ao fim, nesta sexta-feira (02), tudo se confirmouRead More
Nostalgia. Em minha interpretação, esse é um sentimento não tão almejado por seriados de televisão. Mais especificamente, digo que hoje em dia é muito mais comum a presença de filmes que tratem da adolescência como um período nostálgico do que séries, ainda que de vez em quando apareça uma Stranger Things para satisfazer nossa necessidade de maratonas. A nova série britânica The End Of The F***ing World, que teve seus direitos comprados pela Netflix, é uma dessas obras que chegam para entreter qualquer um, mas principalmente criar uma identificação comRead More
Dar continuidade à uma sitcom (situation comedy) nunca é fácil. Por um lado pode parecer, pois os personagens já estão elaborados em cima de suas características, alguns arcos já foram criados e o público já se familiarizou com o tipo de humor pretendido pelo roteiro. Mas se todos esses pontos pesam a favor da facilidade, há uma visão contrária capaz de simplesmente anular todos os pontos positivos: a expectativa do espectador. Talvez mais difícil do que criar algo do nada, seja manter o conceito temático de algo, estar sempre inovandoRead More