Críticas - Séries | Cinematecando
Quando avaliei os dois primeiros episódios de Star Trek: Discovery na última semana, disse que a série provavelmente engataria em seu terceiro capítulo. Felizmente estava certo, pois Context is for Kings é uma hora televisiva repleta de ritmo, mistérios e conceitos fascinantes. Caso a série construa devidamente sobre a fundação estabelecida nesses primeiros capítulos, teremos uma das histórias mais envolventes do ano. Ambientado algum tempo depois dos capítulos de estreia, Context tem seu início com uma decadente Michael Burnham a caminho da prisão, na companhia de outros condenados. Após umRead More
Star Trek: Discovery é o esperado retorno da franquia para a televisão, ou quase isso, sendo disponibilizada em streaming. Muitos estavam céticos desde o começo de sua produção, principalmente após os impasses que levaram o ex-showrunner Bryan Fuller (Hannibal, Deuses Americanos) a deixar a equipe. Para piorar, quando divulgado que críticos não receberiam o material com antecipação, um infeliz destino para a série parecia selado. Até agora. Discovery teve sua estreia norte-americana neste domingo, 24, tendo seus dois primeiros episódios disponibilizados na Netflix no dia seguinte para o público internacional.Read More
Vândalo Americano. Podemos dizer que finalmente temos uma tradução de título coerente? E olha que coerência é o que não falta nessa nova produção original da Netflix. De início, a abordagem temática da série pode não atrair todos os públicos, não só por ser baseado no formato de documentário como também por temperar tudo com muita sátira e humor. Mas por experiência própria, afirmo que apesar do tratamento diferenciado do gênero a série consegue ser divertida e bastante absorvente, principalmente por sua história principal, profundamente intrigante. Falsos documentários satíricos sãoRead More
Quando estreou, a série The Flash trouxe consigo uma alegria e toques de humor ainda não vistos no universo televisivo da DC, e claramente foi um sucesso. Em 2015, a segunda temporada estreou e seguiu a mesma fórmula de roteiro da primeira temporada. Funcionou, principalmente com um episódio final chocante que levava a crer que a próxima temporada traria o arco Ponto de Ignição para as telas – mas digamos que toda a expectativa dos fãs não foi correspondida nos episódios seguintes. No último episódio da segunda temporada, Barry AllenRead More
Eu amo BoJack Horseman. Já BoJack Horseman, nem tanto. Não que o homem-cavalo seja um personagem ruim, muito pelo contrário. Ao longo de suas quatro temporadas, Horseman, dublado brilhantemente por Will Arnett, é construído de maneira assustadoramente… humana. À primeira vista uma sátira do ator tornado em playboy (não só necessariamente Charlie Sheen), BoJack Horseman tornou-se em um dos personagens mais fascinantes da peak TV americana. No entanto, o que torna BoJack Horseman, a série, essencial é todo o rico trabalho feito ao redor de seu personagem-título. Criada por RaphaelRead More
Muitas histórias, livros e contos de Stephen King já foram adaptados para o cinema, mas pela primeira vez o conto O Nevoeiro do autor serviu como inspiração para um roteiro em forma de seriado. Antes de ver a série, é normal o expectador criar algumas expectativas, ainda mais uma vez que o conto já foi adaptado para o cinema, no suspense homônimo de 2007. Como esperado por muitos, a série original da Netflix não conseguiu atingir o mesmo sucesso do filme e realmente deixa muito a desejar na construção deRead More
Quem diria que 7 anos após o lançamento do filme Se Enlouquecer, Não Se Apaixone (2010), Keir Gilchrist voltaria a protagonizar um personagem tão parecido em uma série cheia de tênues semelhanças? Desta vez, Gilchrist interpreta Sam, um peculiar autista de 18 anos que, como todos nós, busca independência. Nesta jornada repleta de desafios, ele e sua família aprendem a lidar com as dificuldades da vida e descobrem que o significado de “ser uma pessoa normal” não é tão óbvio assim, e que todos nós temos um “quê” de anormalidadeRead More
É em filme atrás de filme e em série atrás de série que a Netflix vem acertando cada vez mais. Ao contrário do que pensam Sofia Coppola e Christopher Nolan, essa ferramenta representa o futuro do entretenimento, pois tem distribuído produções de alto nível, com elencos de peso e boas histórias a ser contadas. Ozark, o mais novo experimento da empresa com séries, traz consigo um excelente enredo que precisa ser conferido por todos apreciadores do suspense e do cinema de ação. A série renova o gênero extrapolando-o para umaRead More