O cinema é uma arte que está em constante transformação. Desde os primórdios da história dos filmes, influências como a política e as duas Guerras Mundiais foram muito importantes para movimentos cinematográficos surgirem e se tornarem conhecidos. Diversos cineastas já pensavam além de seu tempo e produziram obras com técnicas e estilos diferentes que sobreviveram por muitas décadas – e que continuarão sendo estudadas e admiradas por estudantes e profissionais do cinema. Abaixo estão cinco dos grandes movimentos que a Sétima Arte já viveu! Expressionismo Alemão O movimento alemão se iniciou na décadaRead More
Como terceira edição do Rebobinando, apresentamos a crítica de um dos maiores clássicos da história do cinema! Um filme que marcou gerações e que está começando a ser esquecido, injustamente. A obra-prima que estamos falando é… A FELICIDADE NÃO SE COMPRA (1946) Antigo. Clássico. Preto e Branco. Comovente. Encantador.  São só algumas características de um dos filmes americanos mais reconhecidos pelo cinema, e mais amados pelos cinéfilos. Filmado logo após o fim da Segunda Guerra Mundial, o filme tinha tudo para dar certo, e deu. Dispõe de um elenco competente, umRead More
Serviços On Demand e Netflix Todos conhecem a Netflix, que é um serviço On Demand (no qual o cliente vê na hora que quer e de onde quiser) pago mensalmente, que começou a ganhar fama no Brasil a partir de 2010. Com séries, filmes, documentários e até alguns shows, esse serviço vem ganhando cada vez mais reconhecimento e popularidade em nosso meio social tão conectado. Diferencial Mas, apesar de ser bastante útil e popular, a Netflix deixa a desejar alguns filmes clássicos que são destinados à um público mais restrito, aqueles que gostamRead More
Coluna semanal do Cinematecando com dicas de filmes e documentários que estão disponíveis no serviço de streaming! Desta vez trazemos para você cinco filmes de gêneros diferentes. Esperamos que goste! O Profissional (1994) De ação, trazemos um clássico dos anos 90 que marcou a carreira de vários atores do filme. A história é baseada em uma garotinha de doze anos, que após ter sua família assassinada em sua própria casa, procura ajuda no apartamento vizinho ao seu, onde conhece um assassino profissional que, sem saída, resolve ajudá-la. Aos poucos eles vão criando um relacionamento intenso, de amizade e companheirismo, que jamaisRead More
Para dar início à nova sessão do Cinematecando, trazemos a crítica de um clássico da década de 50. Um dos filmes que determinaram o cinema colorido, que com um roteiro sagaz e belas atuações, consegue ser lembrado até os dias atuais. O dono da vez é… COMO AGARRAR UM MILIONÁRIO (1953) Como um dos primeiros filmes que estabeleceram o uso de cores como elemento importante de uma obra, foi também uma das primeiras chances da direção de arte mostrar seu valor através de cores marcantes e harmoniosas, e nesta obra issoRead More
Clint Eastwood é uma das personalidades mais talentosas e respeitadas de Hollywood, seja atuando, dirigindo, compondo ou produzindo seus filmes (ele até chegou a fazer essas quatro coisas ao mesmo tempo em alguns trabalhos). Começou sua carreira como ator em meados dos anos 60, conquistando seus fãs na pele do Homem sem Nome, personagem que fez parte da Trilogia dos Dólares do diretor italiano Sergio Leone (1929-1989). Clint fez sua primeira aparição como o Pistoleiro em Por Um Punhado de Dólares (1964). Misterioso, sempre vestindo um poncho, o anti-heroi rápido no gatilho falava mansinho e tinhaRead More
Ontem, dia 10 de janeiro de 2016, perdemos David Bowie, o camaleão do rock. Por mais de quatro décadas ele foi um ícone que influenciou não apenas a área musical como também o cinema e a moda. Seu estilo andrógino, sua voz e a profundidade de sua obra foram algumas das grandes características de sua personalidade e carreira, marcando gerações de fãs. Ele construiu um legado inesquecível, com muita imaginação e originalidade. Sua discografia variada engloba 29 álbuns, contando com Blackstar, lançado nesta última sexta-feira (08/01), dia em que completou 69Read More
O cineasta desta semana não é apenas diretor, também é roteirista e foi produtor de inúmeros filmes que marcaram gerações. Nascido em Ohio no ano de 1946, Steven Allan Spielberg descobriu qual era seu talento desde cedo, já que com apenas 12 anos ganhou sua primeira câmera. Em meados da década de 60, ele já era um dos mais renomados diretores de televisão na Universal. Com Duel (1972), seu filme criado para TV, Steven conseguiu a oportunidade de dirigir para o cinema. Dali para frente ele só cresceu. Hoje, colecionaRead More