Filmes | Página 47 de 118 | Cinematecando

Recent Posts

Posted On outubro 24, 2017By Giovanna OrlandoIn Críticas - Lançamentos

Crítica: Manifesto

Com um cenário atual em que o significado de arte é amplamente discutido no Brasil, Manifesto não poderia ter escolhido um momento tão pertinente para ser lançado em nosso país. Dirigido por Julian Rosefeldt e estrelado por Cate Blanchett, o filme traz textos de arte sendo interpretados de 13 formas diferentes pela atriz. O modernismo, dadaísmo, futurismo, Fluxus, Dogma 95 (que teve Lars Von Trier como um dos autores), são apenas alguns dos movimentos abordados durante o filme. Diferente do padrão, Manifesto não tem um roteiro. Não há ação central,Read More
Este filme faz parte da programação oficial da 41ªMostra Internacional de Cinema em São Paulo. Obras de arte tem o dom dúbio de seduzir e repelir. Entre tantas coisas, The Square aborda o atual estado da arte, que se encontra em uma profunda crise de identidade não só aqui, mas pelo mundo todo. Claro, essa impopularidade não é inteiramente da responsabilidade de artistas e museus, mas também de uma intolerância que vem sendo alimentada. Como poderia a arte voltar a seduzir, se não impactar positivamente? A história segue Christian (ClaesRead More

Posted On outubro 23, 2017By Caio LopesIn Séries

Crítica: Star Trek – Discovery (Episódios 5 e 6)

Devido ao compromisso com a cobertura da 41ª Mostra Internacional de Cinema em São Paulo, estarei neste texto avaliando os episódios de Discovery desta semana e a anterior. É ótimo ver como Star Trek – Discovery está realmente comprometida com a construção de uma narrativa rica em novos conceitos e relações interpessoais. Pareço uma vitrola, eu sei, mas fico feliz com uma série que parece apenas evoluir… pelo menos na maior parte. Já deixo aqui uma ressalva: os diálogos expositivos continuam e, apesar de ofuscados pela narrativa no geral, aindaRead More

Posted On outubro 23, 2017By Caio LopesIn Críticas - Lançamentos, Filmes

Crítica: Morte Sobre Rodas

Este filme faz parte da programação oficial da 41ªMostra Internacional de Cinema em São Paulo. Não me recordo de nenhum longa recente que desfira tamanho soco contra o capacitismo quanto o húngaro Morte Sobre Rodas. Comédia subversiva com momentos de drama sombrio, o filme do diretor Attila Till acaba apostando em clichês e uma reviravolta final que quase o anula, mas ainda assim ocupará a memória do espectador por sua perspectiva única. Zolika (Zoltán Fenyvesi) e Barba (Ádám Fekete) são dois adolescentes que vivem em um centro de tratamento paraRead More

Posted On outubro 21, 2017By Caio LopesIn Críticas - Lançamentos, Filmes

Crítica: Lucky

Este filme faz parte da programação oficial da 41ªMostra Internacional de Cinema em São Paulo. Ungatz. Nada. É o que discutem os personagens de Harry Dean Stanton e John Darren em certo momento do filme Lucky, estreia na direção do ator John Carroll Lynch e o adeus cinematográfico de Stanton, falecido ainda no mês passado. Sucesso no festival SXSW, em Austin, o longa está longe de ser um ungatz, e ainda conta com atores de peso como Tom Skerrit, Barry Shabaka Henley, Beth Grant e até mesmo David Lynch. NoRead More

Posted On outubro 21, 2017By Caio LopesIn Críticas - Lançamentos, Filmes

Crítica: Em Retirada

Este filme faz parte da programação oficial da 41ªMostra Internacional de Cinema em São Paulo. O subgênero do thriller de sobrevivência está mais que repleto de exemplares. Alguns favorecem a ação, como Limite Vertical, outros flertam com o íntimo, como em 127 Horas, e outros ainda mesclam o entretenimento com emoções maduras, como A Perseguição. Em Retirada, dirigido pelos irmãos Alex e Andrew Smith, encaixa-se na segunda categoria e ainda assim desafia expectativas. O enredo, inicialmente, soa óbvio. Um garoto (Josh Wiggins) vai passar um tempo com o pai (MattRead More

Posted On outubro 20, 2017By João Pedro AccinelliIn Críticas - Séries

Crítica: Mindhunter (1ª Temporada)

Produções de investigação ou ação policial em seriado podem às vezes ser cansativas por possuírem estruturas narrativas repetitivas, e raramente aparece alguma coisa ou outra que difere do molde. Digamos que a nova série criada pelo roteirista Joe Penhall e produzida e dirigida por David Fincher não apenas revoluciona a elaboração do enredo de uma série investigativa, usando do suspense como um elemento importante na construção da história, como também alia excepcionalmente conhecimento e técnica. Passando-se em 1977, nos primeiros dias da psicologia e perfil criminais no Federal Bureau ofRead More

Posted On outubro 19, 2017By Caio LopesIn Críticas - Lançamentos

Crítica: Thor – Ragnarok

O melhor a se fazer, antes de assistir a qualquer filme, é estar com a mente aberta. Ainda assim, admito que queria ter visto um filme ótimo em Thor: Ragnarok. O motivo para isso é minha admiração pelo talento do diretor Taika Waititi (O que fazemos nas sombras), e, apesar de ver outros blockbusters falharem nas mãos de diretores indie, talvez a pegada assumidamente cômica prometida pelos trailers de Ragnarok indicasse que o cineasta neozelandês estaria à vontade com o material. Infelizmente, há o elefante na sala chamado Marvel Studios.Read More

Posted On outubro 19, 2017By João Pedro AccinelliIn Críticas - Lançamentos

Crítica: A Morte Te Dá Parabéns

24 anos depois do clássico Feitiço do Tempo (1993), ainda vemos filmes com essa premissa tão amada pelos cineastas: um mesmo dia que se repete inúmeras vezes. Essa forma de se contar uma história virou tão comum que já vimos incontáveis filmes desse estilo, inclusive recentes, como ARQ (2016), Antes Que Eu Vá (2017) e 2:22 (2017). Assim, um dos elementos mais variáveis dentro dessa premissa, é o próprio gênero do filme, que já foi explorado como comédia romântica, ficção científica, suspense, drama, e vários outros. O diferencial de ARead More

Posted On outubro 18, 2017By Caio LopesIn Críticas - Lançamentos

Crítica: Bom Comportamento

Assim que Bom Comportamento tem seu início, a atenção já é conquistada. Somos imediatamente colocados no momento, com closes impactantes no rosto de Benny Safdie, um dos irmãos que dirigem o longa aclamado no Festival de Cannes. Benny e Joshua Safdie, que por sua vez se mantém de trás das câmeras, simplesmente respiram cinema, demonstrando uma energia similar aos filmes de crime do final da década de 70 e início da de 80, trazendo memórias de Michael Mann e Walter Hill em sua representação crua do ambiente urbano. Conhecidos porRead More