Posted On 24/02/2017 By In Listas, Séries

Oito motivos para assistir Vikings

Nesta semana, a Netflix liberou a primeira parte da quarta temporada de Vikings, uma série criada e escrita por Michael Hirst (conhecido por The Tudors Elizabeth A Era de Ouro). Ela é transmitida no canal de televisão History, inicialmente apenas nos Estados Unidos e Canadá. Ela teve como inspiração contar a história do grande herói nórdico Ragnar Lothbrok e suas conquistas na França e Inglaterra, abordando a vida dos nórdicos na Escandinávia da Alta Idade Média.

Vamos aos motivos que você PRECISA assistir esta série!

É uma série para quem curte História

Sabemos que é uma produção ficcional e inspirada na cultura nórdica, mas a série contém certos elementos históricos que dificilmente deixariam de ser verdade – principalmente em uma época que, para se conquistar algo, precisa envolver um combate.

Trama surpreendente

O drama histórico é escrito por Michael Hirst, abordando e desenvolvendo cada personagem que possui um propósito ali… mas que depois vira a trama como em um duplo carpado twist. Esse detalhe traz autenticidade à série.

Não é uma série para pôr pra dormir

Devido ao duplo carpado twist que existe na trama, essa é uma série que não tem essa coisa de “ah, vou colocar algo aqui para assistir e dormir, a Netflix desliga sozinha mesmo”. NÃO! A série pode te prender por horas, então, se prepare.

Para quem curte mitologia nórdica

São “raras” as séries e filmes que retratam a mitologia nórdica. Nem o próprio filme Thor trabalha isso bem, mas em Vikings, Hirst tem um cuidado muito grande ao envolver isso. É difícil retratar uma crença sem ser deste meio, mas a série faz isso com delicadeza envolvendo desde os sacrifícios aos Deuses, até sobre eles como os personagens falam sobre as crenças e a fé que têm por eles.

GIRLPOWER TOTAL

Na Alta Idade Média, sabemos das histórias dos grandes guerreiros; mas o que não sabíamos era que as mulheres eram tão corajosas e destemidas quantos os homens, algumas até mais como no caso de Lagertha, a escudeira. A ex-esposa de Ragnar ainda tem um papel fundamental no enredo e não é a única personagem forte – no decorrer da série vemos outras personagens como Judith, princesa de Wessex, que se empodera e se vê como uma mulher livre; e até mesmo a princesa Aslaug, que é uma mulher cheia de segredos e tem seus modos de se manter no poder.

Para quem curte luta/guerra

Como qualquer drama histórico é de se esperar que exista cenas de luta e guerras, e as cenas são maravilhosamente bem ensaiadas e reais. Diferente de que encontramos em muitos filmes e séries, as cenas são capazes de tirar o fôlego.

Para quem ama cerveja!

Se tem algo que os nórdicos são bons além de lutar, é na parte de beber cerveja! Como muitos não sabem o porquê deles beberem tanto, antigamente não existia essa coisa de água potável e bebedouro, como temos hoje. A água era extremamente imunda, e a limpa, era usada para tomar banho. Como para fabricar a cerveja era preciso ferventar a água, eles bebiam a cerveja (até mesmo pelo fato de que o tempo era extremamente frio e a cerveja acelerava o metabolismo). Deu vontade de tomar uma gelada agora!

Faz a felicidade tanto dos homens como das mulheres

Quantas séries, filmes e peças publicitárias vemos explorar só o corpo da mulher? Inúmeras! Em Vikings, não só vemos mulheres bonitas/seminuas, também há homens maravilhosos, fazendo a alegria da mulherada também!

Resultado de imagem para vikings gif

Se depois disso você AINDA precisa de mais motivos para assistir Vikings, nem os Deuses podem te ajudar…

A previsão para a segunda parte da quarta temporada está para novembro. Enquanto isso, a Netflix disponibiliza as primeiras três temporadas e a primeira parte da quarta.

Tags : , , , ,