Rebobinando | Cinematecando
Acordei cedinho no fim de semana retrasado, 7h da manhã, e não estava afim de assistir desenho como sempre faço (sou uma criança presa no meu corpo de 23). Então, resolvi rever um dos filmes que mais marcaram minha vida e a de milhares de pessoas desde que foi lançado em 1986: Conta Comigo. Eu tento evitar assistir esse filme porque ainda não me conformo que vivemos em um mundo sem River Phoenix para nos presentear com seu talento, mas eu estava com uma saudade enorme daqueles quatro meninos. E que clássico, nãoRead More
Como terceira edição do Rebobinando, apresentamos a crítica de um dos maiores clássicos da história do cinema! Um filme que marcou gerações e que está começando a ser esquecido, injustamente. A obra-prima que estamos falando é… A FELICIDADE NÃO SE COMPRA (1946) Antigo. Clássico. Preto e Branco. Comovente. Encantador.  São só algumas características de um dos filmes americanos mais reconhecidos pelo cinema, e mais amados pelos cinéfilos. Filmado logo após o fim da Segunda Guerra Mundial, o filme tinha tudo para dar certo, e deu. Dispõe de um elenco competente, umRead More
Para dar início à nova sessão do Cinematecando, trazemos a crítica de um clássico da década de 50. Um dos filmes que determinaram o cinema colorido, que com um roteiro sagaz e belas atuações, consegue ser lembrado até os dias atuais. O dono da vez é… COMO AGARRAR UM MILIONÁRIO (1953) Como um dos primeiros filmes que estabeleceram o uso de cores como elemento importante de uma obra, foi também uma das primeiras chances da direção de arte mostrar seu valor através de cores marcantes e harmoniosas, e nesta obra issoRead More