Análise Tag

Posted On setembro 18, 2017By Letícia PiroutekIn Críticas - Lançamentos

Crítica: Kingsman – O Círculo Dourado

Depois de três anos de espera, a sequência de Kingsman finalmente chega às telonas para a alegria dos fãs. O filme tem tudo que primeiro trouxe: cenas de ação coloridas e explosivas, piadas bem colocadas e todos os personagens que nós amamos. Só tem um problema… Os fãs de carteirinhas provavelmente não sairão muito felizes da sessão como no primeiro filme. Pelo menos, foi o meu caso. A continuação da trama permanece seguindo a história de Eggsy Unwin (Taron Egerton), que ainda está se recuperando da morte de seu mentorRead More

Posted On setembro 18, 2017By João Pedro AccinelliIn Críticas - Séries, Séries

Crítica: American Vandal (1ª temporada)

Vândalo Americano. Podemos dizer que finalmente temos uma tradução de título coerente? E olha que coerência é o que não falta nessa nova produção original da Netflix. De início, a abordagem temática da série pode não atrair todos os públicos, não só por ser baseado no formato de documentário como também por temperar tudo com muita sátira e humor. Mas por experiência própria, afirmo que apesar do tratamento diferenciado do gênero a série consegue ser divertida e bastante absorvente, principalmente por sua história principal, profundamente intrigante. Falsos documentários satíricos sãoRead More

Posted On setembro 17, 2017By Jaquelini CornachioniIn Críticas - Lançamentos

Crítica: Mãe!

Caos puro. Mãe! não é um filme fácil de ser digerido. É necessário horas após a sessão para conseguir assimilar todas as situações escancaradas de maneira exibicionista no longa. Darren Aronofsky (Cisne Negro, Réquiem para um Sonho) pode não ter inovado nos temas retratados (tais como religião, política, fanatismo, egocentrismo e paixão), mas certamente inovou na maneira como tudo isso é misturado e colocado em cena. Mãe!, na verdade, parece nos jogar dentro de um grande e intenso pesadelo em que estamos o tempo inteiro nos perguntando o que estáRead More

Posted On setembro 13, 2017By Giovanna ArrudaIn Críticas - Séries, Séries

The Flash ainda tem futuro?

Quando estreou, a série The Flash trouxe consigo uma alegria e toques de humor ainda não vistos no universo televisivo da DC, e claramente foi um sucesso. Em 2015, a segunda temporada estreou e seguiu a mesma fórmula de roteiro da primeira temporada. Funcionou, principalmente com um episódio final chocante que levava a crer que a próxima temporada traria o arco Ponto de Ignição para as telas – mas digamos que toda a expectativa dos fãs não foi correspondida nos episódios seguintes. No último episódio da segunda temporada, Barry AllenRead More

Posted On setembro 6, 2017By João Pedro AccinelliIn Filmes, Rebobinando

Rebobinando: IT – Uma Obra-Prima do Medo (1990)

Qual a chance de um filme de terror ser tão infantil e tão adulto ao mesmo tempo? Convenhamos que não é tão grande, principalmente antes de 1990, ano de lançamento do filme hoje relembrado. Hoje, a coulrofobia (medo de palhaços) é algo quase que intrínseco no psicológico de muitas pessoas, mas o que talvez mais tenha colaborado para isso seja a estilização aterrorizante de palhaços e, nessa função, o que pode ter sido mais influente que o próprio cinema e o audiovisual com suas maquiagens e efeitos especiais medonhos? ParaRead More

Posted On julho 31, 2017By João Pedro AccinelliIn Críticas - Lançamentos

Crítica: O Filme da Minha Vida

“Por que diabos o grande autor de O carteiro e o poeta entregaria um livro para eu filmar? Muita responsabilidade! Quando eu li, compreendi tudo. Os sonhadores se reconhecem de longe. As páginas iam passando e a certeza aumentando de que eu tinha que filmar essa pequena história passional.” Selton Mello Em seu terceiro longa-metragem, desta vez baseado no livro Um Pai de Cinema de Antonio Skármeta, Selton Mello se sobressai com uma impressionante habilidade de direção e roteiro literalmente infalível. Ir ao cinema e ver O Filme da Minha VidaRead More

Posted On julho 3, 2017By João Pedro AccinelliIn Críticas - Lançamentos

Crítica: Um Instante de Amor

Filmes de romance já viveram seu auge de popularidade. Ainda que hoje o público amante do gênero não seja pequeno, é minúsculo ao se comparar com a paixão contida nos tempos do cinema clássico de Hollywood, que com um roteiro sempre idealizado e uma direção açucarada, se tornou repetitivo ao longo das décadas. O uso de clichês e resoluções óbvias para entreter o expectador passou a enjoar o público gradualmente, visto que hoje o gênero sofre uma grande repulsa por parte de muitas pessoas. Nesse contexto, filmes românticos que fogemRead More

Posted On junho 25, 2017By Caio VechiatoIn Games

Crítica: Get Even

ISSO É MUITO BLACK MIRROR MEO! Essa será a provável reação que a maioria dos gamers terão com Get Even, novo jogo da desenvolvedora polonesa The Farm 51, distribuído internacionalmente pela Bandai Namco. Com preço bem abaixo da média, o game está disponível para download. Com roteiro assinado pelos britânicos Iain Sharkey e Stephen Long, Get Even possui um enredo difícil de ser descrito sem entregar surpresas. Portanto, vou me ater apenas aos detalhes apresentados em seu início. Você, o jogador (quem mais?), está no controle de Cole Black (EdwardRead More

Posted On junho 22, 2017By Jaquelini CornachioniIn Críticas - Séries, Séries

Crítica: Deuses Americanos (1º temporada)

Essa crítica não contém spoilers. Fique tranquilo! Adaptar livros para o cinema ou televisão não é uma tarefa fácil, independente da densidade da obra. Mas transformar em série uma das histórias de maior sucesso de Neil Gaiman, foi capaz de surpreender – e também desesperar – diversos fãs do escritor. Transmitida pelo canal Starz e criada por Bryan Fuller e Michael Green, além do próprio Gaiman, que faz parte do time de produtores executivos, Deuses Americanos entregou oito capítulos incríveis para o público. Na trama, após cumprir três anos deRead More

Posted On junho 21, 2017By João Pedro AccinelliIn Filmes, Rebobinando

Rebobinando: Terror em Amityville (1979)

Os anos 70 foram anos gloriosos para os filmes de terror americanos. Clássicos como Carrie, a Estranha (1976), O Massacre da Serra Elétrica (1974), Halloween (1978) e Alien (1979) entram nesse contexto, sem falar do imortal e supremo O Exorcista (1973), que até hoje é frequentemente citado como o maior terror de todos os tempos. Mas o Rebobinando de hoje não será sobre nenhum desses, pois ao contrário dos já citados, o filme da vez foi um fracasso de crítica e acabou sendo mal visto por muitos da época, porém,Read More