Leonor Macedo, Autor em Cinematecando

All posts by Leonor Macedo

Mãe de um adolescente e, enquanto não está discutindo com ele, escreve livro, roteiros, textos jornalísticos e diálogos toscos no whatsapp

Sierra Burgess é uma Loser critica

Posted On outubro 1, 2018By Leonor MacedoIn Cine Netflix, Filmes

Crítica: Sierra Burgess é uma Loser

Sierra Burgess é como a gente   A Netflix tem a fama de produzir excelentes séries originais, mas filmes terríveis. Crítica e público detonaram produções (muitas delas caríssimas) como The Ridiculous 6,  The Cloverfield Paradox,  Vende-se Esta Casa, Bright, entre outras. Só que o serviço de streaming parece ter encontrado um filão onde realmente acerta a mão: a comédia romântica. Em agosto, emplacou Para Todos os Garotos que Já Amei, um dos mais vistos do mês na plataforma. E, em setembro, seguiu apostando suas fichas no gênero, com a estreiaRead More
Imagem do filme 'Medo Viral'

Posted On agosto 15, 2018By Leonor MacedoIn Críticas - Lançamentos, Filmes

Crítica: Medo Viral

Terror é salada de referências sem nenhum tempero, feita para decepcionar os fãs do gênero Imagine juntar no mesmo balaio algo de Black Mirror, IT – A Coisa, a Samara (de O Chamado) um pouquinho mais acabadinha, o Ted (ele mesmo, o ursinho) possuído pelo Chucky e o Babadook? Pode parecer uma boa ideia, mas Medo Viral prova que não. No filme dirigido pelos irmãos Vang, cinco amigos do Ensino Médio tentam superar a morte da amiga Nikki, quando recebem um convite pelo celular para acessarem um aplicativo misterioso. O app,Read More
Imagem do filme 'Tal Pai, Tal Filha'

Posted On agosto 6, 2018By Leonor MacedoIn Cine Netflix, Críticas - Lançamentos, Filmes

Crítica: Tal Pai, Tal Filha

Comédia original Netflix é propaganda de cruzeiro para passar na Sessão da Tarde A primeira vez que percebi merchandising em um filme eu tinha 12 anos. Foi naquela crise existencial de Forrest Gump em que o personagem vivido por Tom Hanks calçava seu par de tênis Nike e corria sem rumo por semanas. Naquela época eu não tinha a menor ideia de quanto custava fazer um filme, de como funcionava a indústria do cinema e nem de que um dia trabalharia com “branded content” – que é a junção deRead More