Crítica: Santa Clarita Diet (1ª temporada) | Cinematecando

Posted On 07/02/2017 By In Críticas - Séries, Séries

Crítica: Santa Clarita Diet (1ª temporada)

Santa Clarita Diet, nova série original Netflix, é diferente de tudo que você está acostumado(a) a assistir no serviço de streaming. A “dieta” da produção é regada a muito humor negro, situações embaraçosas, uma dose de ironia aqui e ali, mas, sobretudo, a ótimas atuações do casal formado por Drew Barrymore e Timothy Olyphant. O nome de Barrymore já pode chamar a atenção, e sua presença também pode fazer você pensar que esta é uma série normal, apenas mais uma das muitas obras de nível satisfatório que a Netflix dispõe aos espectadores. Mas a primeira série de TV fixa da atriz não é nada convencional, e isso pode afastar quem não está preparado para algo tão fora da curva!

Porém, o fato dela ser “fora da curva” não é uma reclamação. Muito pelo contrário, a maior força da série reside justamente nessa parte nonsense, pois é o elemento que mais chama a atenção e que faz o espectador grudar os olhos na tela até finalizar a primeira temporada, formada por 10 episódios de meia hora cada. Irreverente, Santa Clarita Diet faz críticas a sociedade e mostra o que uma família é capaz de fazer para se manter unida. Tudo isso com muito humor, é claro.

Drew é Sheila Hammond, uma corretora de imóveis que, junto ao seu marido há mais de 20 anos, Joel Hammond (também corretor) forma uma dupla inabalável nessa área de trabalho. Não há muitas preocupações na vida do casal, que mora em Santa Clarita, subúrbio que fica em um condado de Los Angeles. Tirando um vizinho chato de um lado ou de outro, ou sua filha Abby (Liv Hewson) que está na adolescência, tudo anda nos trilhos. Mas quando Sheila inesperadamente morre após passar mal e, também inesperadamente, ressuscita, tudo muda na família Hammond.

A mãe de família passa por várias transformações, mas elas não são aquelas mudanças que já estamos cansados de ver em séries de zumbi, como The Walking Dead. Sheila não se transforma em alguém sem cérebro com fome de humanos; na verdade, ela parece mais viva do que antes, com desejos e vontades mais vibrantes e uma animação igualmente forte. Seu marido e sua filha precisam se adaptar à nova vida logo no primeiro episódio da série, e o que acontece no decorrer dos episódios sempre beira o grotesco e o absurdo.

Drew Barrymore está mais do que confortável no papel de mãe/zumbi/esposa e sempre esbanja espontaneidade com sua personagem que passa a não ter nenhum escrúpulo; já Timothy Olyphant rouba as cenas no papel de um marido que se esforça para deixar tudo nos conformes, tanto dentro de casa como fora dela. Sem nem precisar se esforçar muito, este sem dúvidas é um dos melhores personagens do ator, que já trabalhou em filmes como Um Show de Vizinha, Rockstar, e estrelou a série Justified. A dinâmica do casal é incrível e muito bem aproveitada na série, o que resulta em inúmeros momentos hilários.

No geral, Santa Clarita Diet se prova como mais uma série da Netflix que precisa ser conferida, uma vez que não trilha por caminhos óbvios. Se você gosta de se surpreender, essa é uma boa escolha, pois é isso que a produção faz ao longo de seus 10 episódios. E espero que continue fazendo em futuras temporadas!

FICHA TÉCNICA
Ano: 2017
País: EUA
Criação: Victor Fresco
Elenco: Drew Barrymore, Timothy Olyphant, Liv Hewson

Santa Clarita Diet, nova série original Netflix, é diferente de tudo que você está acostumado(a) a assistir no serviço de streaming. A "dieta" da produção é regada a muito humor negro, situações embaraçosas, uma dose de ironia aqui e ali, mas, sobretudo, a ótimas atuações do casal formado por Drew Barrymore e Timothy Olyphant. O nome de Barrymore já pode chamar a atenção, e sua presença também pode fazer você pensar que esta é uma série normal, apenas mais uma das muitas obras de nível satisfatório que a Netflix dispõe aos espectadores. Mas a primeira série de TV fixa da atriz não é nada convencional, e isso pode afastar quem não está preparado para algo tão fora da curva! Porém, o fato dela ser "fora da curva" não é uma reclamação. Muito pelo contrário, a maior força da série reside justamente nessa parte nonsense, pois é o elemento que mais chama a atenção e que faz o espectador grudar os olhos na tela até finalizar a primeira temporada, formada por 10 episódios de meia hora cada. Irreverente, Santa Clarita Diet faz críticas a sociedade e mostra o que uma família é capaz de fazer para se manter unida. Tudo isso com muito humor, é claro. Drew é Sheila Hammond, uma corretora de imóveis que, junto ao seu marido há mais de 20 anos, Joel Hammond (também corretor) forma uma dupla inabalável nessa área de trabalho. Não há muitas preocupações na vida do casal, que mora em Santa Clarita, subúrbio que fica em um condado de Los Angeles. Tirando um vizinho chato de um lado ou de outro, ou sua filha Abby (Liv Hewson) que está na adolescência, tudo anda nos trilhos. Mas quando Sheila inesperadamente morre após passar mal e, também inesperadamente, ressuscita, tudo muda na família Hammond. A mãe de família passa por várias transformações, mas elas não são aquelas mudanças que já estamos cansados de ver em séries de zumbi, como The Walking Dead. Sheila não se transforma em alguém sem cérebro com fome de humanos; na verdade, ela parece mais viva do que antes, com desejos e vontades mais vibrantes e uma animação igualmente forte. Seu marido e sua filha precisam se adaptar à nova vida logo no primeiro episódio da série, e o que acontece no decorrer dos episódios sempre beira o grotesco e o absurdo. Drew Barrymore está mais do que confortável no papel de mãe/zumbi/esposa e sempre esbanja espontaneidade com sua personagem que passa a não ter nenhum escrúpulo; já Timothy Olyphant rouba as cenas no papel de um marido que se esforça para deixar tudo nos conformes, tanto dentro de casa como fora dela. Sem nem precisar se esforçar muito, este sem dúvidas é um dos melhores personagens do ator, que já trabalhou em filmes como Um Show de Vizinha, Rockstar, e estrelou a série Justified. A dinâmica do casal é incrível e muito bem aproveitada na série, o que resulta em inúmeros momentos hilários. No geral, Santa Clarita Diet se prova como mais uma série da Netflix que…

Santa Clarita Diet (1ª temporada)

Direção
Roteiro
Elenco
Produção/Fotografia

Excelente

90

Jornalista especializada em cinema. Fundadora e editora-chefe do Cinematecando. Foi assessora de imprensa na 41ª edição da Mostra Internacional de Cinema e hoje é redatora e repórter do portal AdoroCinema.