Crítica: Florence - Quem é essa Mulher? | Cinematecando

Posted On 06/07/2016 By In Críticas - Lançamentos

Crítica: Florence – Quem é essa Mulher?

Por Rodrigo Fabretti

Até onde você iria pelo seu sonho e pelo o que você dedicou toda sua vida? Ou pior, se você fosse extremamente ruim naquilo que você ama, mas mesmo assim quiser continuar e seguir em frente… Você iria? É essa lição que Florence Foster Jenkis (Meryl Streep) nos ensina.

O filme, baseado em fatos reais, se passa na década de 40 em Nova Iorque e mostra a vida de Florence Foster Jenkis. Junto com sua paixão por St. Clair Bayfield (Hugh Grant), Florence dedica sua vida à música. Após assistir uma ópera, Jenkis se encanta pela maneira que a cantora lírica tem a plateia aos seus pés. Com esse amor pela música e sua vontade de cantar, a personagem de Streep começa a investir na carreira de cantora.

Em busca de seu sonho, Jenkis contrata Cosmé McMoon (Simon Helberg) para ser seu pianista. No início, McMoon é uma das pessoas que mais fica indignada com a falta do dom da aspirante a cantora, mas no final vira, junto com St. Clair, seu maior apoiador. 

O pianista é um dos principais alívios cômicos da trama. O drama aparece realmente quanto é contada a história pessoal de Florence, desde o relacionamento com seu pai, passando pelo seu primeiro casamento e chegando ao seu relacionamento recente, com St. Clair. Em diversos momentos você duvida de Bayfield em relação a Florence, mas no decorrer do filme é possível ver seu amor e fidelidade por ela.

Com uma ambientação que te insere no período do final da 2ª Guerra Mundial, o filme é bem leve e simples. Um drama que flerta muitas vezes com o cômico, e que surpreende quem vai ao cinema sem saber muito sobre o filme.

FICHA TÉCNICA
Direção: Stephen Frears
Roteiro: Nicholas Martin
Elenco: Hugh Grant, James Sobol Kelly, John Kavanagh, Jorge Leon Martinez, Josh O’Connor, Liza Ross, Marie Borg, Mark Arnold, Martin Bratanov, Martyn Mayger, Meryl Streep, Neve Gachev, Nina Arianda, Paola Dionisotti, Phelim Kelly, Philip Gascoyne, Philip Rosch, Rebecca Ferguson, Rosy Benjamin, Sid Phoenix, Simon Helberg
Produção: Michael Kuhn, Tracey Seaward

Por Rodrigo Fabretti Até onde você iria pelo seu sonho e pelo o que você dedicou toda sua vida? Ou pior, se você fosse extremamente ruim naquilo que você ama, mas mesmo assim quiser continuar e seguir em frente... Você iria? É essa lição que Florence Foster Jenkis (Meryl Streep) nos ensina. O filme, baseado em fatos reais, se passa na década de 40 em Nova Iorque e mostra a vida de Florence Foster Jenkis. Junto com sua paixão por St. Clair Bayfield (Hugh Grant), Florence dedica sua vida à música. Após assistir uma ópera, Jenkis se encanta pela maneira que a cantora lírica tem a plateia aos seus pés. Com esse amor pela música e sua vontade de cantar, a personagem de Streep começa a investir na carreira de cantora. Em busca de seu sonho, Jenkis contrata Cosmé McMoon (Simon Helberg) para ser seu pianista. No início, McMoon é uma das pessoas que mais fica indignada com a falta do dom da aspirante a cantora, mas no final vira, junto com St. Clair, seu maior apoiador.  O pianista é um dos principais alívios cômicos da trama. O drama aparece realmente quanto é contada a história pessoal de Florence, desde o relacionamento com seu pai, passando pelo seu primeiro casamento e chegando ao seu relacionamento recente, com St. Clair. Em diversos momentos você duvida de Bayfield em relação a Florence, mas no decorrer do filme é possível ver seu amor e fidelidade por ela. Com uma ambientação que te insere no período do final da 2ª Guerra Mundial, o filme é bem leve e simples. Um drama que flerta muitas vezes com o cômico, e que surpreende quem vai ao cinema sem saber muito sobre o filme. FICHA TÉCNICA Direção: Stephen Frears Roteiro: Nicholas Martin Elenco: Hugh Grant, James Sobol Kelly, John Kavanagh, Jorge Leon Martinez, Josh O'Connor, Liza Ross, Marie Borg, Mark Arnold, Martin Bratanov, Martyn Mayger, Meryl Streep, Neve Gachev, Nina Arianda, Paola Dionisotti, Phelim Kelly, Philip Gascoyne, Philip Rosch, Rebecca Ferguson, Rosy Benjamin, Sid Phoenix, Simon Helberg Produção: Michael Kuhn, Tracey Seaward

Nota

Florence - Quem é essa Mulher?

Bom

70