Crítica: Pets – A Vida Secreta dos Bichos | Cinematecando

Posted On 15/08/2016 By In Críticas - Lançamentos

Crítica: Pets – A Vida Secreta dos Bichos

O que será que os nossos pets fazem enquanto estamos fora de casa? Partindo dessa questão (que com certeza já apareceu na mente de milhões de pessoas), a Illumination Entertainment e a Universal Pictures se uniram novamente para produzir o longa-metragem de animação intitulado Pets – A Vida Secreta dos Bichos. O resultado foi um acerto em cheio para um público cada vez maior: um público que ama seus animais de estimação. Logo nos trailers já ficou claro que Pets atingiria tanto as crianças quanto os adultos (e realmente atingiu, visto os altos números de bilheteria nos EUA), mas qual seria a história a ser contada, afinal?

Felizmente, os trailers não tiram a graça da história que Pets conta. O filme é uma das melhores animações lançadas há um bom tempo pelo simples fato de abordar um tema tão importante (o amor entre os animais e seus donos) de uma maneira tocante, sabendo inserir a comédia na dose certa. A semelhança com a franquia Toy Story pode ser facilmente vista, pois Pets explora a fantasia do que os animais fazem no dia-a-dia, sozinhos em casa: eles interagem com seus amigos vizinhos, vão de apartamento para apartamento e, é claro, fazem muita festa. Principalmente com rock‘n’roll ao fundo!

Com direção de Chris Renaud (de Meu Malvado Favorito e Meu Malvado Favorito 2), a história se passa em Manhattan e tem como protagonista o cão Max. Ele ama a relação que tem com Katie, sua dona, e considera sua vida perfeita; mas tudo vira de cabeça para baixo quando Katie adota um vira-lata gigante (porém bondoso) chamado Duke. Com o conflito entre os dois, Max e Duke acabam se perdendo nas ruas de Nova York e quase são pegos pela carrocinha, sendo salvos pelo coelho Bola de Neve, líder de uma gangue de bichos de estimação que foram abandonados. Os dois cães fazem as pazes e só querem ir para casa, mas para isso acontecer, eles terão que se aventurar bastante até o fim do dia…

O melhor de tudo é que não são só Max e Duke que se destacam pela fofura. A lulu da Pômerania Gidget, a gata Chloe, o falcão solitário Tiberius, o poodleLeonardo, o porquinho-da-índia Norman, o dachshund Buddy e o cão idosoPops roubam as cenas e completam essa história divertida e cheia de personagens adoráveis, dignos de conquistarem os espectadores com suas respectivas histórias. Duke, por sua vez, é o que mais emociona quando vemos sua trajetória até Katie adotá-lo, e prova mais uma vez que o ditado “não se deve julgar um livro pela capa” faz todo o sentido.

Pets – A Vida Secreta dos Bichos soube explorar muito bem no cinema todo o potencial que os animais têm. A animação se conecta diretamente com os donos ao mostrar hábitos dos bichinhos e características de relacionamento entre ambos. Além disso, é linda a mensagem de como a adoção pode transformar vidas. Vale muito a pena conferir essa adorável animação e esperar pela sequência, já garantida para 2018!

Obs: Você vai sair do cinema querendo chegar em casa logo para abraçar seu(s) bichinho(s)!

FICHA TÉCNICA
Direção: Chris Renaud
Roteiro: Brian Lynch, Cinco Paul, Ken Daurio
Elenco: Albert Brooks, Bobby Moynihan, Dana Carvey, Ellie Kemper, Eric Stonestreet, Hannibal Buress, Jenny Slate, Kevin Hart, Lake Bell, Laraine Newman, Louis C.K., Steve Coogan
Produção: Chris Meledandri, Janet Healy
Trilha Sonora: Alexander Desplat
Montagem: Ken Schretzmann

O que será que os nossos pets fazem enquanto estamos fora de casa? Partindo dessa questão (que com certeza já apareceu na mente de milhões de pessoas), a Illumination Entertainment e a Universal Pictures se uniram novamente para produzir o longa-metragem de animação intitulado Pets – A Vida Secreta dos Bichos. O resultado foi um acerto em cheio para um público cada vez maior: um público que ama seus animais de estimação. Logo nos trailers já ficou claro que Pets atingiria tanto as crianças quanto os adultos (e realmente atingiu, visto os altos números de bilheteria nos EUA), mas qual seria a história a ser contada, afinal? Felizmente, os trailers não tiram a graça da história que Pets conta. O filme é uma das melhores animações lançadas há um bom tempo pelo simples fato de abordar um tema tão importante (o amor entre os animais e seus donos) de uma maneira tocante, sabendo inserir a comédia na dose certa. A semelhança com a franquia Toy Story pode ser facilmente vista, pois Pets explora a fantasia do que os animais fazem no dia-a-dia, sozinhos em casa: eles interagem com seus amigos vizinhos, vão de apartamento para apartamento e, é claro, fazem muita festa. Principalmente com rock‘n’roll ao fundo! Com direção de Chris Renaud (de Meu Malvado Favorito e Meu Malvado Favorito 2), a história se passa em Manhattan e tem como protagonista o cão Max. Ele ama a relação que tem com Katie, sua dona, e considera sua vida perfeita; mas tudo vira de cabeça para baixo quando Katie adota um vira-lata gigante (porém bondoso) chamado Duke. Com o conflito entre os dois, Max e Duke acabam se perdendo nas ruas de Nova York e quase são pegos pela carrocinha, sendo salvos pelo coelho Bola de Neve, líder de uma gangue de bichos de estimação que foram abandonados. Os dois cães fazem as pazes e só querem ir para casa, mas para isso acontecer, eles terão que se aventurar bastante até o fim do dia... O melhor de tudo é que não são só Max e Duke que se destacam pela fofura. A lulu da Pômerania Gidget, a gata Chloe, o falcão solitário Tiberius, o poodleLeonardo, o porquinho-da-índia Norman, o dachshund Buddy e o cão idosoPops roubam as cenas e completam essa história divertida e cheia de personagens adoráveis, dignos de conquistarem os espectadores com suas respectivas histórias. Duke, por sua vez, é o que mais emociona quando vemos sua trajetória até Katie adotá-lo, e prova mais uma vez que o ditado “não se deve julgar um livro pela capa” faz todo o sentido. Pets – A Vida Secreta dos Bichos soube explorar muito bem no cinema todo o potencial que os animais têm. A animação se conecta diretamente com os donos ao mostrar hábitos dos bichinhos e características de relacionamento entre ambos. Além disso, é linda a mensagem de como a adoção pode transformar vidas. Vale muito a pena conferir essa adorável animação e esperar pela sequência, já garantida para 2018! Obs: Você vai sair…

Nota

Pets - A Vida Secreta dos Bichos

Ótimo

A animação se conecta diretamente com os donos de animais de estimação ao mostrar hábitos dos bichinhos e características de relacionamento entre ambos.

90

Jornalista especializada em cinema. Fundadora e editora-chefe do Cinematecando. Foi assessora de imprensa na 41ª edição da Mostra Internacional de Cinema e hoje é redatora e repórter do portal AdoroCinema.