Crítica: The Crown (2ª temporada) | Cinematecando

Posted On 15/12/2017 By In Críticas - Séries, Séries

Crítica: The Crown (2ª temporada)

Depois de uma primeira temporada bastante comentada e premiada (confira a crítica aqui), a Netflix finalmente liberou a segunda parte desta história que, desta vez, mostra os fatos que ocorreram entre os anos finais da década de 1950 até 1962 na vida da família real britânica e em seu reino.

A nova temporada traz a público muito mais as relações e problemas internos da rainha Elizabeth II do que acontecimentos políticos, mas tudo que é mostrado ajuda o espectador a entender melhor a mulher que existe por baixo da coroa – o que justifica todas as decisões políticas que foram tomadas naquela época. Mais uma vez, os roteiristas conseguem fugir do caminho comum, que seria mostrar todas as histórias em um tom de fofoca, e nos contam fatos de maneira relevante.

Embora a nova temporada de The Crown busque contar mais sobre o príncipe Philip (existem até flashbacks sobre sua infância e adolescência), quem brilha, sem dúvida alguma, é a atriz Claire Foy ao interpretar a rainha. Tudo em sua performance impressiona: o jeito de andar, a postura, o sotaque e ainda mais o olhar. Tudo é tão estudado para ser idêntico ao jeito da Elizabeth real que até hipnotiza. Essa perfeição com que Foy realizou sua interpretação dará muito trabalho para a próxima atriz que herdará o papel conseguir atingir o mesmo nível, pois grande parte do elenco principal será trocado periodicamente para trazer uma naturalidade visual aos personagens e não exagerarem nas maquiagens para caracterização.

Os últimos episódios da temporada começam a mostrar mais sobre a vida e a personalidade o príncipe Charles, filho da rainha, que já é um adolescente; o que já indica que a 3ª temporada trará ele como um dos personagens principais (quem sabe até o início da sua relação com Camila e Diana?).

Os figurinos e cenários são fantásticos e cumprem perfeitamente o papel de levar o espectador ao ambiente em que a história realmente se passa. Felizmente, ao final dos episódios com eventos históricos marcantes aparece escrito o que aconteceu nos anos seguintes em relação a cada fato, o que fez muita falta no primeiro ano da série e obrigou muitos espectadores a recorrerem ao Google para pesquisar o que tinha acontecido.

Se a primeira temporada de The Crown foi impressionante, a segunda foi impecável. Agora nos resta imaginar como serão os próximos anos da série com novos atores e histórias mais recentes.

FICHA TÉCNICA
Criador: Peter Morgan
Elenco: Claire Foy, Matt Smith, Vanessa Kirby, Jeremy Northam, Ben Miles, Greg Wise, Matthew Goode, Chloe Pirrie, Oliver Maltman, Stephen Dillane, Victoria Hamilton, Michael C. Hall, Jodi Balfour.

Depois de uma primeira temporada bastante comentada e premiada (confira a crítica aqui), a Netflix finalmente liberou a segunda parte desta história que, desta vez, mostra os fatos que ocorreram entre os anos finais da década de 1950 até 1962 na vida da família real britânica e em seu reino. A nova temporada traz a público muito mais as relações e problemas internos da rainha Elizabeth II do que acontecimentos políticos, mas tudo que é mostrado ajuda o espectador a entender melhor a mulher que existe por baixo da coroa - o que justifica todas as decisões políticas que foram tomadas naquela época. Mais uma vez, os roteiristas conseguem fugir do caminho comum, que seria mostrar todas as histórias em um tom de fofoca, e nos contam fatos de maneira relevante. Embora a nova temporada de The Crown busque contar mais sobre o príncipe Philip (existem até flashbacks sobre sua infância e adolescência), quem brilha, sem dúvida alguma, é a atriz Claire Foy ao interpretar a rainha. Tudo em sua performance impressiona: o jeito de andar, a postura, o sotaque e ainda mais o olhar. Tudo é tão estudado para ser idêntico ao jeito da Elizabeth real que até hipnotiza. Essa perfeição com que Foy realizou sua interpretação dará muito trabalho para a próxima atriz que herdará o papel conseguir atingir o mesmo nível, pois grande parte do elenco principal será trocado periodicamente para trazer uma naturalidade visual aos personagens e não exagerarem nas maquiagens para caracterização. Os últimos episódios da temporada começam a mostrar mais sobre a vida e a personalidade o príncipe Charles, filho da rainha, que já é um adolescente; o que já indica que a 3ª temporada trará ele como um dos personagens principais (quem sabe até o início da sua relação com Camila e Diana?). Os figurinos e cenários são fantásticos e cumprem perfeitamente o papel de levar o espectador ao ambiente em que a história realmente se passa. Felizmente, ao final dos episódios com eventos históricos marcantes aparece escrito o que aconteceu nos anos seguintes em relação a cada fato, o que fez muita falta no primeiro ano da série e obrigou muitos espectadores a recorrerem ao Google para pesquisar o que tinha acontecido. Se a primeira temporada de The Crown foi impressionante, a segunda foi impecável. Agora nos resta imaginar como serão os próximos anos da série com novos atores e histórias mais recentes. FICHA TÉCNICA Criador: Peter Morgan Elenco: Claire Foy, Matt Smith, Vanessa Kirby, Jeremy Northam, Ben Miles, Greg Wise, Matthew Goode, Chloe Pirrie, Oliver Maltman, Stephen Dillane, Victoria Hamilton, Michael C. Hall, Jodi Balfour.

The Crown (2ª temporada)

Direção
Roteiro
Elenco
Fotografia

Excelente

95

Tags : , , ,