Crítica Tag

Posted On setembro 18, 2017By Letícia PiroutekIn Críticas - Lançamentos

Crítica: Kingsman – O Círculo Dourado

Depois de três anos de espera, a sequência de Kingsman finalmente chega às telonas para a alegria dos fãs. O filme tem tudo que primeiro trouxe: cenas de ação coloridas e explosivas, piadas bem colocadas e todos os personagens que nós amamos. Só tem um problema… Os fãs de carteirinhas provavelmente não sairão muito felizes da sessão como no primeiro filme. Pelo menos, foi o meu caso. A continuação da trama permanece seguindo a história de Eggsy Unwin (Taron Egerton), que ainda está se recuperando da morte de seu mentorRead More

Posted On setembro 18, 2017By João Pedro AccinelliIn Críticas - Séries, Séries

Crítica: American Vandal (1ª temporada)

Vândalo Americano. Podemos dizer que finalmente temos uma tradução de título coerente? E olha que coerência é o que não falta nessa nova produção original da Netflix. De início, a abordagem temática da série pode não atrair todos os públicos, não só por ser baseado no formato de documentário como também por temperar tudo com muita sátira e humor. Mas por experiência própria, afirmo que apesar do tratamento diferenciado do gênero a série consegue ser divertida e bastante absorvente, principalmente por sua história principal, profundamente intrigante. Falsos documentários satíricos sãoRead More

Posted On setembro 17, 2017By Jaquelini CornachioniIn Críticas - Lançamentos

Crítica: Mãe!

Caos puro. Mãe! não é um filme fácil de ser digerido. É necessário horas após a sessão para conseguir assimilar todas as situações escancaradas de maneira exibicionista no longa. Darren Aronofsky (Cisne Negro, Réquiem para um Sonho) pode não ter inovado nos temas retratados (tais como religião, política, fanatismo, egocentrismo e paixão), mas certamente inovou na maneira como tudo isso é misturado e colocado em cena. Mãe!, na verdade, parece nos jogar dentro de um grande e intenso pesadelo em que estamos o tempo inteiro nos perguntando o que estáRead More

Posted On setembro 16, 2017By João Pedro AccinelliIn Críticas - Catálogo, Filmes

Crítica: First They Killed My Father

“Se você não sabe nada sobre o Camboja e vir esse filme, você não vai apenas pensar que é um povo que sofreu com uma guerra. Vai perceber que estas são pessoas realmente interessantes, assim como suas raízes, suas personalidades, seu humor, seu amor à música e sua cultura.” – Angelina Jolie Angelina Jolie se consagra na direção de filmes com uma obra fantástica. First They Killed My Father não é somente pesado em seu próprio título, como também possui uma abordagem profundamente melancólica e forte da guerra. Já vimos eRead More

Posted On setembro 15, 2017By Caio VechiatoIn Críticas - Lançamentos

Crítica: Columbus

O combo entre cinema e arquitetura é quase sempre fascinante. O documentário Esboços de Frank Gehry, do grande Sydney Pollack, investiga a mente e a obra do pós-modernista Gehry de maneira intimista. O neo-noir brasileiro Obra, dirigido pelo antes arquiteto Gregório Graziosi, cria uma atmosfera intimidadora ao situar seu protagonista em meio a construções gigantescas, de maneira expressionista. O mais novo longa-metragem na categoria pode ser muito bem um dos melhores: estreia do ensaísta sul-coreano Kogonada como diretor de cinema, Columbus é uma pulsante surpresa para o ano de 2017.Read More

Posted On setembro 13, 2017By Bianca HerediaIn Críticas - Lançamentos

Crítica: Amityville – O Despertar

Muitos já sabem, mas o terror é um gênero muito difícil de ser trabalhado no cinema. Especialmente de uns anos para cá, como quase tudo se torna uma franquia interminável e sem sentido (ou remake atrás de remake, nos deixando cada vez mais confusos), é raro encontrar um filme que seja exceção (como no caso de It – A Coisa e Annabelle 2, por exemplo). Bem, infelizmente, Amityville: O Despertar não desperta absolutamente nada de inovador no gênero. O novo filme do diretor Franck Khalfoun entra neste hall de remakes confusos deRead More

Posted On setembro 13, 2017By Giovanna ArrudaIn Críticas - Séries, Séries

The Flash ainda tem futuro?

Quando estreou, a série The Flash trouxe consigo uma alegria e toques de humor ainda não vistos no universo televisivo da DC, e claramente foi um sucesso. Em 2015, a segunda temporada estreou e seguiu a mesma fórmula de roteiro da primeira temporada. Funcionou, principalmente com um episódio final chocante que levava a crer que a próxima temporada traria o arco Ponto de Ignição para as telas – mas digamos que toda a expectativa dos fãs não foi correspondida nos episódios seguintes. No último episódio da segunda temporada, Barry AllenRead More

Posted On setembro 13, 2017By Caio VechiatoIn Críticas - Lançamentos

Crítica: As duas Irenes

As duas Irenes é um filme de descobertas, para suas personagens e para o público. O longa, que estreia 14 de Setembro, é o primeiro de Fábio Meira enquanto diretor. Exibido no 67º Festival de Berlim, também foi laureado em Gramado neste ano, levando inclusive o prêmio de Melhor Filme pelo júri da crítica. Inspirado por uma história familiar, o roteiro do próprio Meira conta a história de Irene (Priscilla Bittencourt), uma garota que descobre ao acaso a existência de uma meia-irmã de mesmo nome (interpretada por Isabela Torres). ParaRead More
O primeiro episódio de Life is Strange: Before the Storm já está disponível para PC, Playstation 4 e XBox One. Produzido pela Deck Nine e distribuído pela empresa japonesa Square Enix, fez sua estreia mundial na última semana. Dessa vez, acompanhamos a trajetória de Chloe Price, a co-protagonista do primeiro jogo, e sua relação com Rachel Amber antes dos acontecimentos desencadeados pelos poderes de Max Caulfield em Life is Strange. Como já acompanhamos no primeiro jogo – e isso não é um spoiler – Chloe Price vê sua vida desabarRead More

Posted On setembro 11, 2017By Caio VechiatoIn Críticas - Séries, Séries

Crítica: BoJack Horseman – 4ª Temporada

Eu amo BoJack Horseman. Já BoJack Horseman, nem tanto. Não que o homem-cavalo seja um personagem ruim, muito pelo contrário. Ao longo de suas quatro temporadas, Horseman, dublado brilhantemente por Will Arnett, é construído de maneira assustadoramente… humana. À primeira vista uma sátira do ator tornado em playboy (não só necessariamente Charlie Sheen), BoJack Horseman tornou-se em um dos personagens mais fascinantes da peak TV americana. No entanto, o que torna BoJack Horseman, a série, essencial é todo o rico trabalho feito ao redor de seu personagem-título. Criada por RaphaelRead More