Diego Olivares, Autor em Cinematecando | Página 4 de 9

All posts by Diego Olivares

Crítico de cinema, roteirista e diretor. Pós-graduado em Jornalismo Cultural. Além do Cinematecando, é colunista do Yahoo! Brasil

guerra fria critica

Posted On outubro 17, 2018By Diego OlivaresIn Críticas - Lançamentos, Filmes

42ª Mostra – Crítica: Guerra Fria

Amor em conflito Trabalhando com a mesma fotografia em preto e branco do consagrado Ida, vencedor do Oscar de melhor filme estrangeiro em 2014, o cineasta polonês Pawel Pawlikowski volta a mexer nas cicatrizes de seu país. Agora é a vez de Guerra Fria, que lhe valeu o prêmio de melhor direção no Festival de Cannes 2018. O longa começa com diversas cenas de músicos poloneses se apresentando. Estamos no final da década de 40, a Segunda Guerra ficou para trás e Estados Unidos e a União Soviética disputam aRead More
a rota selvagem critica

Posted On outubro 17, 2018By Diego OlivaresIn Críticas - Lançamentos, Filmes

42ª Mostra – Crítica: A Rota Selvagem

Aprender a recomeçar A figura de linguagem contida no cerne de A Rota Selvagem não é das mais originais: tanto o menino Charley (Charlie Plummer) como o cavalo por quem se afeiçoa são tidos como pangarés, atletas anteriormente considerado promissores abandonados à própria sorte em um determinado momento da vida e que precisam um do outro para sobreviver. É uma história clássica de amadurecimento, aqui contada de um jeito correto pelo diretor e roteirista Andrew Haigh, adaptando o livro de Willy Vlautin, mesmo que sem a pungência acachapante de 45Read More
poderia me perdoar critica
Gênia incompreendida ou parasita da fama alheia? Quem já assistiu ao reality show Trato Feito, do History, sabe que o território de vendas de relíquias supostamente assinadas por personalidades é vasto tanto para lucros, quanto para grandes fraudes. Quando alguém surge naquela loja de penhores tentando negociar, por exemplo, um documento autografado por alguma celebridade, precisa antes passar pelo crivo de um especialista, que irá certificar a autenticidade daquele item. Acontece que nem sempre foi assim, e teve quem conseguiu levantar um bom dinheiro forjando cartas de grandes autores atéRead More
jose critica

Posted On outubro 16, 2018By Diego OlivaresIn Críticas - Lançamentos, Filmes

42ª Mostra – Crítica: José

Me Chame Pelo Seu Nome no coração da América Central Ainda que haja quem não esteja disposto a admitir, existe muito em comum entre a periferia brasileira e a Guatemala, um dos países mais pobres do mundo e cenário de José. Esta é uma das primeiras coisas que salta aos olhos no longa dirigido por Li Cheng, ao vermos as ruas superpovoadas de sobrados, pequenos comércios e espaços de cultos fervorosos, ocupados por pessoas simples fazendo o que podem para levar suas vidas. Se a rotina ali é pesada paraRead More
julia e a raposa critica

Posted On outubro 16, 2018By Diego OlivaresIn Críticas - Lançamentos, Filmes

42ª Mostra – Crítica: Julia e a Raposa

Um conto melancólico de mãe e filha Logo nas primeiras cenas de Julia e a Raposa, filme escrito e dirigido por Inés Maria Barrionuevo, mãe e filha chegam a uma casa fechada há muito tempo, empoeirada, suja e com itens roubados por invasores que estiveram por ali. O cenário é sombrio, e parece o reflexo de sua protagonista, interpretada por Umbra Colombo, mulher tomada pela melancolia, ainda em luto pela perda do marido. O estado de espírito de Julia contrasta com a vivacidade da filha de doze anos, Emma (VictoriaRead More
infiltrado na klan critica
Spike Lee dá sua resposta aos EUA de Trump A escalada do racismo nos EUA como consequência da vitória de Donald Trump na eleição presidencial de 2016 serviu de combustível para Spike Lee voltar ao modo pé na porta, com Infiltrado na Klan. Não exatamente que nos anos anteriores o cineasta tenha desacelerado, mas agora há mais gente disposta a ver um filme que demonstra o óbvio: igualdade racial ainda é um ideal longe de ser alcançado e a luta para isto mudar deve ser diária. Não que este fosseRead More
Assunto de familia critica
Cleptomaníacos de corações A relação familiar é tema contumaz do cinema de Hirokazu Koreeda (presente em seus filmes mais famosos, como Pais e Filhos, Depois da Tempestade e Nossa Irmã Mais Nova). De certa forma, é como se todos os seus trabalhos anteriores tivessem o preparado para Assunto de Família, com o qual saiu consagrado com a Palma de Ouro no último Festival de Cannes. Desta vez, o cineasta conta a história de uma família que pouco tem de convencional. É, antes de mais nada, um grupo de rejeitados queRead More
critica Verão

Posted On outubro 13, 2018By Diego OlivaresIn Críticas - Lançamentos, Filmes

42ª Mostra – Crítica: Verão

Rock & Roll em russo Entre as décadas de 60 e 80, os sons de nomes fundamentais do rock, como Beatles, Rolling Stones, Sex Pistols, David Bowie e Velvet Underground transcendiam as fronteiras do muro de Berlim, que separava a Europa ocidental da oriental, e chegavam até a Rússia. Lá, álbuns destas bandas eram considerados subversivos pelas autoridades, já que vinham do lado inimigo (era a época da Guerra Fria), mas ainda assim parte da juventude conseguia acesso aos discos, mesmo que por contrabando. A influência destes artistas foi marcanteRead More
critica Familia Submergida
Sufocamento domiciliar Chega a ser difícil para os personagens do argentino Família Submersa não se esbarrarem. No apartamento onde moram, povoado pela mãe, pai e três adolescentes, há sempre objetos espalhados, louças empilhadas na pia à espera de serem lavadas e um acúmulo de plantas. A sensação é que é difícil até respirar ali. A câmera, que acompanha tudo de muito perto, e o ambiente construído pela cineasta estreante em longas-metragens María Alche lembra o estilo dos primeiros filmes de outra diretora de seu país, Lucrécia Martel. Não é apenasRead More
Rosas Selvagens critica

Posted On outubro 13, 2018By Diego OlivaresIn Críticas - Lançamentos, Filmes

42ª Mostra – Crítica: Rosas Selvagens

Eva bem longe do Jardim do Éden Ninguém faz um filme totalmente centrado numa personagem e a batiza de Eva por acaso. A protagonista de Rosas Selvagens tem o nome da primeira mulher criada por Deus e representa muito das angústia da condição feminina. A diretora e roteirista polonesa Anna Jadowska parte de uma história contada numa parte remota de seu país para propor uma discussão pungente sobre isso, questionando dinâmicas familiares e o papel da religião. A Eva vivida pela atriz Marta Nieradkiewicz começa o filme deixando um hospital.Read More