Will Smith, Joel Edgerton e David Ayer falam sobre o filme Bright, da Netflix | Cinematecando

Posted On 18/12/2017 By In Filmes, Notícias

Will Smith, Joel Edgerton e David Ayer falam sobre o filme Bright, da Netflix

A nova produção original do serviço de streaming Netflix conta com grandes nomes do cinema. David Ayer (Corações de Ferro, Esquadrão Suicida) dirige Will Smith e Joel Edgerton em Bright, longa que entrará na plataforma em 22 de dezembro.

O Cinematecando esteve junto de inúmeros veículos da América Latina na coletiva de imprensa, que aconteceu em São Paulo. Em um bate-papo bem humorado, a equipe falou sobre aspectos técnicos do filme e, principalmente, de sua temática, que diz muito sobre preconceito. Confira os melhores momentos logo abaixo.

Bright é uma mistura de Dia de Treinamento com Senhor dos Anéis. É este tipo de combinação, uma história de drama policial”, explicou Will Smith, que também se sentiu surpreso por atuar como um policial intolerante em um filme que trata o preconceito de diferentes raças. “Eu realmente sei o que é ser desrespeitado pela polícia. Foi interessante estar neste projeto e ver o outro lado, o lado de quem é preconceituoso”, completou.

Da mesma forma que foi uma experiência diferente para Smith, para Edgerton foi basicamente a mesma coisa. Seu personagem sofre por ser diferente e isso lhe deu uma outra perspectiva como ator. “Baseado na experiência que tive há alguns anos quando trabalhei no filme Loving, parte deste filme e parte de Bright transita entre injustiça e preconceito. Foi estranho para mim ter fortes reações sobre esses temas mesmo sabendo que eu nunca vivenciei nada parecido na vida real”, disse Joel Edgerton. “De certa forma, eu realmente me senti isolado por estar preso com quilos de maquiagem por cima de meu rosto todos os dias”, brincou.

Polícia, orcs, drama… Como foi possível unir todos esses elementos e fazer o tema do filme dar certo dentro e fora das telas? “Este é o mistério de dirigir”, David Ayer afirma. “Você nunca sabe se vai dar certo até tudo estar em ação. Nós fizemos uma pesquisa extensa e um dos desafios foi que trouxemos muita realidade aos sets e locações. Tudo aquilo que você vê no filme é real, não uma tela verde, o que certamente ajudava a equipe a ver tudo com os próprios olhos e a trabalhar de maneira natural.”

Sobre a dinâmica dos personagens principais, Ayer disse que Will Smith e Joel Edgerton possuem uma química divertida e isso ajudou a propagar o humor em cena. Agora, só nos resta esperar até o dia 22 para conferir o resultado completo aqui: netflix.com/bright

Sobre Bright:

Ambientado em uma versão alternativa do presente, este suspense de ação dirigido por David Ayer (Esquadrão Suicida, Marcados para Morrer, roteirista de Dia de Treinamento) acompanha dois policiais de históricos muito diferentes (Ward, um humano vivido por Will Smith, e Jakoby, um orc interpretado por Joel Edgerton) que embarcam em uma patrulha noturna de rotina que, por fim, vai alterar o futuro como o seu mundo o conhece. Lutando tanto para superar suas diferenças pessoais como também contra os ataques de inimigos, eles deverão trabalhar juntos para proteger uma relíquia que muitos julgavam esquecida e que, nas mãos erradas, poderia destruir tudo.

O Filme Netflix é estrelado por Will Smith, Joel Edgerton, Noomi Rapace, Lucy Fry, Edgar Ramirez, Ike Barinholtz, Enrique Murciano, Jay Hernandez, Andrea Navedo, Veronica Ngo, Alex Meraz, Margaret Cho, Brad William Henke, Dawn Olivieri e Kenneth Choi. A direção é de David Ayer e o roteiro de Max Landis. David Ayer, Eric Newman e Bryan Unkeless são os produtores.

Jornalista especializada em cinema. Fundadora e editora-chefe do Cinematecando. Trabalhou como assessora de imprensa na 41ª edição da Mostra Internacional de Cinema e apresenta o canal do site no YouTube.