All posts by João Pedro Accinelli

Posted On setembro 18, 2017By João Pedro AccinelliIn Críticas - Séries, Séries

Crítica: American Vandal (1ª temporada)

Vândalo Americano. Podemos dizer que finalmente temos uma tradução de título coerente? E olha que coerência é o que não falta nessa nova produção original da Netflix. De início, a abordagem temática da série pode não atrair todos os públicos, não só por ser baseado no formato de documentário como também por temperar tudo com muita sátira e humor. Mas por experiência própria, afirmo que apesar do tratamento diferenciado do gênero a série consegue ser divertida e bastante absorvente, principalmente por sua história principal, profundamente intrigante. Falsos documentários satíricos sãoRead More

Posted On setembro 16, 2017By João Pedro AccinelliIn Críticas - Catálogo, Filmes

Crítica: First They Killed My Father

“Se você não sabe nada sobre o Camboja e vir esse filme, você não vai apenas pensar que é um povo que sofreu com uma guerra. Vai perceber que estas são pessoas realmente interessantes, assim como suas raízes, suas personalidades, seu humor, seu amor à música e sua cultura.” – Angelina Jolie Angelina Jolie se consagra na direção de filmes com uma obra fantástica. First They Killed My Father não é somente pesado em seu próprio título, como também possui uma abordagem profundamente melancólica e forte da guerra. Já vimos eRead More

Posted On setembro 6, 2017By João Pedro AccinelliIn Filmes, Rebobinando

Rebobinando: IT – Uma Obra-Prima do Medo (1990)

Qual a chance de um filme de terror ser tão infantil e tão adulto ao mesmo tempo? Convenhamos que não é tão grande, principalmente antes de 1990, ano de lançamento do filme hoje relembrado. Hoje, a coulrofobia (medo de palhaços) é algo quase que intrínseco no psicológico de muitas pessoas, mas o que talvez mais tenha colaborado para isso seja a estilização aterrorizante de palhaços e, nessa função, o que pode ter sido mais influente que o próprio cinema e o audiovisual com suas maquiagens e efeitos especiais medonhos? ParaRead More

Posted On agosto 29, 2017By João Pedro AccinelliIn Artigos, Filmes

Os 10 filmes de suspense mais controversos

Introdução É absolutamente normal adorarmos filmes “ruins” ou odiarmos filmes “bons”, mas nem todos somos capazes de admitir tais circunstâncias. Isso é uma questão que divide opiniões, pois muitos afirmam que não se define a qualidade de um filme sem levar em conta seu público alvo, enquanto outros deixam claro que, se um filme não está apto a conquistar qualquer tipo de expectador, esse filme falhou, supondo que não seria o suficiente agradar apenas os fãs daquele gênero, ator ou diretor. Porém, tudo isso é muito complexo, visto que oRead More

Posted On agosto 28, 2017By João Pedro AccinelliIn Críticas - Séries, Séries

Crítica: O Nevoeiro (1ª temporada)

Muitas histórias, livros e contos de Stephen King já foram adaptados para o cinema, mas pela primeira vez o conto O Nevoeiro do autor serviu como inspiração para um roteiro em forma de seriado. Antes de ver a série, é normal o expectador criar algumas expectativas, ainda mais uma vez que o conto já foi adaptado para o cinema, no suspense homônimo de 2007. Como esperado por muitos, a série original da Netflix não conseguiu atingir o mesmo sucesso do filme e realmente deixa muito a desejar na construção deRead More

Posted On agosto 25, 2017By João Pedro AccinelliIn Críticas - Lançamentos

Crítica: Como Nossos Pais

Podemos afirmar sem dúvida alguma que Como Nossos Pais é a obra mais madura de Laís Bodanzky até o momento. O filme, que é o quarto longa da diretora, se aprofunda em reflexões importantíssimas para o século XXI, incluindo temas como o papel da mulher na sociedade, os conflitos do relacionamento monogâmico, os embates entre mãe e filha e muito realismo em cada diálogo a cada cena. Como bem definiu o site Screen Daily, este é um filme inteligente e adulto e que, em minha opinião, tem a obrigação deRead More

Posted On agosto 23, 2017By João Pedro AccinelliIn Filmes, Rebobinando

Rebobinando: O Professor Aloprado (1963)

Já vi incontáveis pessoas dizerem que adorariam ter vivido durante as décadas de 40, 50 ou 60. Mas quantas realmente estariam dispostas a largar suas vidas de wi-fi? Seus confortos e tecnologias do século XXI? Suas facilidades proporcionadas pela evolução do mercado de trabalho? Poucas. Pode parecer óbvio e repetitivo, mas eu sou um dos que, de fato, daria tudo para ser contemporâneo de ícones como Sinatra, Monroe, Stewart, Wilder e, principalmente, da época de sucesso de Jerry Lewis. Claramente não apenas pelas pessoas, mas sim pela ingenuidade e simplicidadeRead More

Posted On agosto 11, 2017By João Pedro AccinelliIn Críticas - Séries, Séries

Crítica: Atypical (1ª temporada)

Quem diria que 7 anos após o lançamento do filme Se Enlouquecer, Não Se Apaixone (2010), Keir Gilchrist voltaria a protagonizar um personagem tão parecido em uma série cheia de tênues semelhanças? Desta vez, Gilchrist interpreta Sam, um peculiar autista de 18 anos que, como todos nós, busca independência. Nesta jornada repleta de desafios, ele e sua família aprendem a lidar com as dificuldades da vida e descobrem que o significado de “ser uma pessoa normal” não é tão óbvio assim, e que todos nós temos um “quê” de anormalidadeRead More

Posted On agosto 9, 2017By João Pedro AccinelliIn Filmes, Rebobinando

Rebobinando: A Primeira Noite de Um Homem (1967)

Se existem atores com inúmeros papéis inesquecíveis, esses atores são Tom Hanks, Robin Williams e Dustin Hoffman. Esses 3 “magos” talentosos protagonizaram diversas aventuras durante os anos 80 e 90, além de outros bons papéis no início do século XXI. Williams deixará (já deixa) saudades com seus papéis como o professor John Keating em Sociedade dos Poetas Mortos (1989), como a Sra. Euphegenia Doubtfire em Uma Babá Quase Perfeita (1993), e como o professor Philip Brainard em Flubber (1997), além de outros. Hanks, por sua vez, jamais será esquecido porRead More

Posted On julho 31, 2017By João Pedro AccinelliIn Críticas - Lançamentos

Crítica: O Filme da Minha Vida

“Por que diabos o grande autor de O carteiro e o poeta entregaria um livro para eu filmar? Muita responsabilidade! Quando eu li, compreendi tudo. Os sonhadores se reconhecem de longe. As páginas iam passando e a certeza aumentando de que eu tinha que filmar essa pequena história passional.” Selton Mello Em seu terceiro longa-metragem, desta vez baseado no livro Um Pai de Cinema de Antonio Skármeta, Selton Mello se sobressai com uma impressionante habilidade de direção e roteiro literalmente infalível. Ir ao cinema e ver O Filme da Minha VidaRead More